Agüero decide e Manchester City é campeão da Supercopa da Inglaterra
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Agüero decide e Manchester City é campeão da Supercopa da Inglaterra

Aguero - Manchester City
Agüero saiu de campo como protagonista da partida (Glyn Kirk/AFP)
LANCE! - 05/08/2018 - 13:17
Londres (Wembley)
Pep Guardiola já começou a temporada conquistando título. Com uma atuação destacada do atacante Sérgio Agüero, o Manchester City venceu o Chelsea de Maurizzio Sarri, por 2 a 0 neste domingo e conquistou o seu quinto título da Supercopa da Inglaterra. Com um gol em cada tempo, Agüero decidiu o jogo, no lendário estádio de Wembley.

Pressão no início
O clube londrino entrou em campo com David Luiz e, além do brasileiro, Fábregas, Pedro, Morata e a jovem revelação inglesa Hudaon-Odoi também começaram a partida entre os onze selecionados. Pelo lado do City, a contratação mais badalada do clube na janela de transferências, Rayhiad Mahrez estava em campo, assim como Sané e Bernardo Silva.

Conhecida como Community Shield, a Supercopa da Inglaterra, tradicionalmente, abre a temporada do país. Quem começou melhor em campo foi o Manchester City. Tocando mais a bola, mais incisivo e móvel, os Citizens antes dos dez minutos de jogo, já tinha criado três chances. A blitz fez efeito e Agüero abriu o placar. O argentino bateu no canto de Caballero e venceu o goleiro do Chelsea, após boa jogada de Foden.

O primeiro gol de Aguëro:

City dominante
A alta temperatura de Wembley (28º) fez com que o jogo perdesse em intensidade. O jogo, inclusive, teve uma pausa na metade do primeiro tempo para hidratação. Refrescado, os Blues começaram a buscar o gol de empate. O jovem Hudson-Odoi era um dos melhores em campo e quem mais participava da partida. Primeiro, iniciou a jogada que culminou em um chute perigoso de Fábregas e, depois, arrancou pela esquerda, bateu de fora de área, surpreendendo Bravo. Apesar do bom momento do Chelsea na partida, o City não perdia o controle do jogo e o primeiro tempo terminou justo para a equipe de Guardiola.

Mais pressão no início
Gündogan entrou no lugar de Sané, no segundo tempo, usando uma máscara protetora no rosto, mas quem continuou sem proteção foi o Chelsea. O início do segundo tempo praticamente foi uma repetição do primeiro. O City foi com tudo e criou diversas chances antes dos dez minutos. Logo no início do segundo tempo, Agüero marcou de novo e ampliou para a equipe de Manchester. A intensidade da equipe nos primeiros minutos dos respectivos tempos de jogo impressionou e foi decisiva.

O segundo gol começou com uma bola recuperada na defesa e uma saída rápida para o ataque. Bernardo Silva conduziu no meio até encontrar o momento certo para dar o passe da Agüero. O argentino apareceu nas costas de David Luiz e chutou para marcar o segundo tento dele e do City na partida.

O segundo gol de Agüero:


Mais um título
Precisando dos gols, Sarri sacou Hudson-Odoi, que cujo erro proporcionou o contra-ataque no segundo gol do City e lançou Willian em campo. O brasileiro só se apresentou nesta quarta-feira e teve pouco tempo para treinar, mas mesmo assim entrou em campo para tentar dar mais ofensividade para sua equipe. O que fez a diferença no Chelsea, porém, não estava em campo, mas sim fora dele. O clube londrino sentiu muito a falta de seu principal jogador, o belga Eden Hazard e não conseguiu suprir a falta de seu atacante.

Gabriel Jesus também foi outro brasileiro que entrou no segundo tempo. O brasileiro substituiu Mahrez, mas não teve muito tempo para produzir. De contrato renovado com o City, a melhor chance foi no final da partida. Com uma arrancada em velocidade, Gabriel Jesus venceu David Luiz e bateu na entrada da área, para a defesa de Caballero. O City teve mais chances de gol, mas não conseguiu efetuar. Com domínio em boa parte da partida, coube a um dos maiores ídolos recentes do clube, o protagonismo da partida. Agüero saiu de campo como o destaque da partida e o City saiu de campo com mais um título para sua história.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance