Narrador do Esporte Interativo detona quarto árbitro por ato racista em PSG x Basaksehir: 'É de dar nojo!'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Narrador do Esporte Interativo detona quarto árbitro por ato racista em PSG x Basaksehir: 'É de dar nojo!'

PSG x Istambul Basaksehir
Demba Ba acusou membro da arbitragem de racismo em jogo da Champions (Foto: FRANCK FIFE / AFP)
LANCE! - 08/12/2020 - 17:50
Paris (FRA)
Durante a partida entre PSG e Istambul Basaksehir, pela fase de grupo da Liga dos Campeões, o time da Turquia acusou o quarto árbitro da partida de racismo e a partida foi suspensa após os jogadores se retirarem do campo. Narrador pelo 'EI Plus' ao lado de Mauro Betting, Jorge Iggor detonou o membro da arbitragem e o racismo existente na sociedade.

> Confira a tabela e a classificação atualizada da Champions


- Basta! porque nós hoje chegamos ao ponto mais baixo, rasteiro, inadmissível. Na intolerância, na estupidez nas relações humanas. Todos os episódios anteriores que vimos (no futebol, entre torcidas e jogadores) são repugnantes e são graves, inaceitáveis (...) Isso foi pior! Se alguém duvidava se era possível chegar um pouco mais baixo, a gente chegou hoje.

- Por que uma autoridade, o quarto arbitro, está ali pra aplicar regras, pra aplicar lei do jogo. Um quarto arbitro ofender racialmente um jogador, é de dar nojo - completou, muito indignado.

E MAIS:
O jornalista ainda criticou duramente quem questiona a existência do racismo no mundo e afirmou que esses negacionistas deveriam se colocar no lugar de quem é vítima de atos racistas.

- E ainda vai ter gente que vai dizer que não existe racismo e intolerância no mundo. Tem gente que tem a capacidade, o cinismo, a petulância, de negar o óbvio, de negar a realidade diante dos nossos olhos. Que vemos todos os dias em qualquer lugar. Tá ai, pra esfregar na cara de quem acha que isso é discurso politico, balela, conversa fiada, quem não sente na pele.... Fica muito mais fácil falar em conversa fiada... sinta na pele! constate com seus olhos, que a realidade está ai! - afirmou.

Quando eu vejo um arbitro, uma autoridade, cometer uma barbaridade como essa, eu desanimo, porque apesar dos avanços nós temos ainda muito o que fazer - concluiu.

Por volta dos 15 minutos do primeiro tempo, um membro da comissão técnica da equipe turca acusou o romeno Sebastian Coltescu (quarto árbitro) de injúria racial e os jogadores do Basaksehir foram cobrar do auxiliar. O atacante Demba Ba foi um dos mais exaltados e perguntou o porquê da ofensa.

O atacante fez gesto para que os jogadores se retirassem de campo após o episódio de racismo. A partida foi suspensa quando todos os jogadores se retiraram de campo com forma de protesto.

Facebook Lance Twitter Lance