Leila Pereira recebe pedido para patrocinar o Botafogo e... veja vídeo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Leila Pereira recebe pedido para patrocinar o Botafogo e... veja vídeo

Leila Pereira
Leila Pereira e Lucas Viana, responsável por fazer apelo (Imagem: Reprodução/Instagram/oficialmanualjr)
LANCE! - 04/12/2018 - 12:25
Rio de Janeiro (RJ)
Leila Pereira, presidente da Crefisa e da Faculdade das Américas, empresas patrocinadoras do Palmeiras, foi abordada com um apelo inusitado sobre o Botafogo nos bastidores do Prêmio Brasileirão 2018, nesta segunda-feira, na sede da CBF. Em gravação, Lucas Viana, da página "Manual do Jogador Ruim", pediu em tom de brincadeira se Leila não poderia patrocinar o Alvinegro. A resposta, também em tom irreverente, foi negativa e viralizou nas redes sociais.

- Leila, vai para o meu time, por favor, o Botafogo - pediu Lucas, para em seguida ter o seu sonho frustrado.

- Não, de jeito nenhum - disse Leila, sorrindo e de maneira descontraída.

Lucas ainda deixou um complemento após a fala de Leila:

- Só contrata dois jogadores e vai embora depois.

Visualizar esta foto no Instagram.

Te imploro, só compra dois jogadores! @lucasmarinoviana

Uma publicação compartilhada por Manual do Jogador Ruim - MJR (@oficialmanualjr) em

Hoje conselheira do Palmeiras, Leila Pereira chegou ao clube em janeiro de 2015, quando suas empresas passaram a patrocinar o Alviverde. Carioca e jornalista por formação, ela é esposa de José Roberto Lamacchia, fundador da Crefisa e torcedor do Palmeiras. Leila cresceu em Cabo Frio, interior do Rio de Janeiro. Em entrevista ao Uol, no ano passado, Leila foi perguntada se era vascaína e afirmou que nunca torceu para um clube do Rio.

- Meus irmãos gostam muito de futebol e os dois torcem pelo Vasco. Por isso a imprensa fica dizendo que sou vascaína. Não sou vascaína. Não sou. Deixo claro isso. Meu pai era vascaíno e direcionou meus irmãos. A mim, nunca. Quando éramos pequenos, meu pai nos levava ao Maracanã. Era uma coisa linda, todo mundo torcendo junto, aquelas bandeiras enormes. Mas meu relacionamento com o esporte começou na Rede Manchete (onde trabalhou como jornalista). Eu ia com meus pais (ao Maracanã) porque era um passeio - comentou Leila.

E MAIS:
Segundo informação publicada pelo Blog do Cosme Rímoli em abril deste ano, o casal Leila e José Roberto é dono de um patrimônio de cerca de R$ 4 bilhões. O contrato atual das empresas de Leila com o Palmeiras termina em dezembro, porém a empresária já destacou que pretende renovar o vínculo, o que deverá acontecer até a última semana deste ano.

Leila foi defensora da reeleição de Maurício Galiotte no Palmeiras, e há o interesse mútuo em manter a parceria por mais três anos. Inclusive, segundo comenta-se nos bastidores do Verdão, há grande chance de que a empresária se candidate à presidência do Palmeiras em 2021, sendo a opção da situação.

O acordo só para a exposição das marcas Crefisa e da Faculdade das Américas no uniforme do Palmeiras rendeu R$ 78 milhões ao clube em 2018. O novo vínculo deverá ter, no mínimo, uma correção de acordo com a inflação anual, o que pode fazer o Verdão receber mais de R$ 80 milhões por temporada.

Já pelo lado do Botafogo, o clube tem a Caixa Econômica Federal como patrocinadora master. O contrato com o banco vai até fevereiro de 2019 e rende R$ 10 milhões por ano para o Alvinegro.

Facebook Lance Twitter Lance