'Comunidade de LOL tá um lixo, um completo lixo', diz brTT após onda de acusação de assédio
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

'Comunidade de LOL tá um lixo, um completo lixo', diz brTT após onda de acusação de assédio

brTT emocionado
brTT emocionado celebrando 10 anos de e-sports (Divulgação/Twitter brTT)
LANCE! - 07/01/2021 - 10:46
Rio de Janeiro (RJ)
Após uma série de denúncias de assédio e abuso sexual contra personalidades dos e-sports, o jogador brasileiro Felipe Gonçalves, mais conhecido pelo seu nick brTT, desabafou em uma rede social onde chamou a comunidade de "um completo lixo". 

> Confira a tabela do Brasileirão 2020 e simule os resultados.

A onda de "exposeds" começou com a declaração da tatuadora Daniela Li, que acusou o ex-técnico e caster Gabriel "MiT" Souza de agressão sexual. Em seguida, outras mulheres também relataram ter sofrido abusos de MiT, que fez um breve pedido de desculpas no Twitter. A Rios Games, desenvolvedora do League of Legends e contratante de Gabriel como caster dos torneios, afirmou que ele não fará parte das transmissões do CBLOL 2021.


E MAIS:
Além de MiT, outros técnicos e jogadores também foram expostos nas redes sociais. Entre eles estão Felipe "pancc", atleta de CS:GO, Tinows, atleta de LOL, Kake, treinador da academia de LOL do Flamengo, Gustavo "Docil", ex-caster do CBLOL e streamer, e fnx, atleta de CS:GO.

Após a série de acusações e declarações, a streamer de League of Legends Caju Capitani pediu para que mulheres que tenham sofrido abusos sexuais de personalidades dos e-sports falassem com ela.

- Eu preciso saber de tudo, vou começar a agir - concluiu Caju.

Veja abaixo a declaração de brTT e de Caju:

O Campeonato Brasileiro de League of Legends, o CBLOL 2021, começa em formato online no dia 16 de janeiro. 

Facebook Lance Twitter Lance