Comentarista da ESPN Brasil aponta comodismo de Kaká em passagem 'frustrante' pelo Real Madrid
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Comentarista da ESPN Brasil aponta comodismo de Kaká em passagem 'frustrante' pelo Real Madrid

Kaká - Real Madrid
ÍDOLO GALÁCTICO! Vestindo a 8, Kaká foi apresentado no Real Madrid em 2009 e ficou no clube até 2013 (Divulgação)
LANCE! - 08/04/2020 - 11:41
São Paulo (SP)
A atuação do ex-jogador Kaká no Real Madrid foi criticada pelo comentarista esportivo Gian Oddi, da ESPN Brasil, nesta terça-feira. Para o jornalista, a grande expectativa em cima do craque brasileiro acabou atrapalhando o sucesso do ex-atleta no time espanhol. Enquanto avaliava, no programa "Futebol no Mundo", nomes que teriam "fracassado" em clubes da Espanha, a cria do São Paulo parece ter vencido.

- O Kaká é o que mais decepcionou porque, se compararmos o Kaká a todos os outros nomes da lista, ele chega ao Real Madrid já eleito o melhor do mundo. Ele chegou em um patamar que os outros nunca alcançaram no futebol europeu. Evidentemente, a expectativa era maior que todos. O Kaká não é uma decepção para o futebol europeu. Ele deixou o nome na história, mas não com a camisa do Real Madrid, e sim com a camisa do Milan. A passagem do Kaká pelo Real Madrid foi totalmente frustrante justamente por tudo o que ele já tinha feito no Milan - ponderou Oddi.

Além das críticas feitas ao ex-camisa 22 do Milan, Gian culpou o ex-treinador português José Mourinho por parte do "insucesso" de Kaká. Em diversas partidas, o craque era deixado no banco de reservas. Contudo, Gian não deixou de apontar um certo comodismo do atleta.

- É verdade que ele se machucou e ficou sem condição física em vários momentos, mas ele se conformou com o banco de reservas, não reclamou, teve chances para sair e não saiu. O Mourinho também não ajudou nessa passagem - muitas vezes deixava o Kaká no banco mesmo depois de ele mostrar futebol para ser titular - finalizou o jornalista.

O debate foi feito após o jornal espanhol "Ás" indicar Kaká, assim como Zé Roberto, Rodrigo Fabri, Lucas Silva, Gago, Fábio Coentrão, entre outros atletas, como "fracassos" no país. Além deles, jogadores que tiveram fama no Brasil, como Petkovic e Rincón, estavam na lista.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance