Clubes da Série A lançam campanha contra homofobia
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Clubes da Série A lançam campanha contra homofobia

Campanha
Atualmente, os árbitros devem parar partidas em que ocorrem episódios de homofobia  (Twitter)
LANCE! - 30/08/2019 - 19:30
Rio de Janeiro (RJ)
Os 20 clubes da Série A lançaram uma campanha conjunta de combate à homofobia, nas redes sociais. Publicada nesta sexta-feira, a ação é realizada dias depois da torcida do Vasco entoar cânticos homofóbicos na partida com o São Paulo, em São Januário, no último domingo.

Ver essa foto no Instagram

Diga não à homofobia! ⠀ Os clubes da série A do futebol Brasileiro se unem pelo combate à homofobia, não somente dentro do campo de jogo, mas no nosso dia a dia. ⠀ Nossas arquibancadas devem receber bem pessoas de todos os níveis sociais, idades, origens, credos, raças, gêneros e orientações sexuais, unidas pela paixão comum ao futebol. ⠀ São absolutamente inaceitáveis práticas discriminatórias ainda existentes em nossos estádios: temos que dar um basta! ⠀ Movimentamos milhões de torcedores apaixonados e com grande potencial de engajamento. É nosso dever e responsabilidade promover, juntos, a tolerância e o respeito. ⠀ Os clubes brasileiros estão unidos para combater qualquer ato de homofobia, seja em cantos, seja em xingamentos isolados. ⠀ Unidos, somos invencíveis! ⠀ #Respeito #DigaNãoàHomofobia #HomofobiaÉCrime #UnidosSomosInvencíveis

Uma publicação compartilhada por Vasco (@vascodagama) em

Nesta semana, o Vasco já havia divulgado um vídeo de combate ao preconceito. Desta vez, Todos os times divulgaram um cartaz contendo o mesmo comunicado.

E MAIS:
A Partida em São Januário foi a primeira a ser paralisada por manifestações do tipo no Brasil. Durante o episódio, o técnico Luxemburgo pediu calma ao torcedores do cruz-maltino enquanto o locutor do estádio insistiu que os gritos homofóbicos parassem.

A súmula da partida citou o episodio e o Superior Tribunal de Justiça Desportiva pediu que o Vasco desse explicações sobre o caso. O cruz-maltino enviou uma resposta na última quinta-feira e aguarda a análise do tribunal para saber se uma denúncia será aberta contra o clube.

Facebook Lance Twitter Lance