Alerrandro, do Red Bull Bragantino, fura quarentena e vira caso de polícia
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Alerrandro, do Red Bull Bragantino, fura quarentena e vira caso de polícia

Alerrandro - Bragantino
Alerrandro postou um vídeo em no Twitter para pedir desculpas pela festa (Foto: Ari Ferreira/CA Bragantino)
Valinor Conteúdo - 22/03/2020 - 19:20
Belo Horizonte
O atacante Alerrandro, de 20 anos, do Red Bull Bragantino, se envolveu em uma polêmica que virou caso de polícia. O jogador foi para Lavras, Sul de Minas Gerais, e promoveu uma festa para 30 pessoas, mesmo com todas as orientações para se evitar contatos com muitas pessoas pela crise mundial com a pandemia do coronavírus.

Preocupados com o atual período de quarentena decretado pelas autoridades, os vizinhos chamaram a polícia. A corporação foi até a casa do jogador e dispersou os seus convidados. Ninguém foi preso.

Além da festa ter sido uma afronta à situação atual, Alerrandro também quebrou a orientação do Red Bull Bragantino para que seus atletas evitem aglomerações e façam apenas atividades em casa, inclusive para manter a forma física. O ex-jogador do Galo será multado pelo clube paulista em parte do seu salário.


E MAIS:
Logo depois, Alerrandro pediu desculpas pela festa, em vídeo publicado em sua conta pessoal no instagram e respostado no twitter oficial do Bragantino. Ele assumiu o erro e disse que não irá mais “furar” a quarentena imposta para conter o avanço da COVID-19 no Brasil.

Histórico de confusões

Alerrandro foi contratado pelo Red Bull Bragantino no fim de 2019 junto ao Galo, clube que o revelou. Desde as categorias de base, o atacante esteve envolvidos em problemas, sendo afastado do elenco alvinegro em alguns momentos por indisciplina.

Em 2019, ele ganhou mais uma chance no time mineiro e fez boa temporada, com 13 gols marcados, chamando a atenção do Massa Bruta, que desembolsou R$15 milhões pelo centroavante em novembro. O contrato é de cinco anos.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance