Under Armour deixará futebol, e Flu pode ter que buscar novo fornecedor em 2020
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Under Armour deixará futebol, e Flu pode ter que buscar novo fornecedor em 2020

Lançamento da camisa do Fluminense - Under Armour
Fluminense terá que buscar novo fornecedor (Foto: Divulgação/Fluminense) 
Marcello Neves - 21/03/2019 - 13:54
Rio de Janeiro (RJ) 
O Fluminense pode ter que buscar um novo fornecedor de material esportivo nos próximos meses. Após uma relação turbulenta com a DryWorld, o vínculo com a Under Armour parece estar chegando ao fim. A empresa norte-americana está decidida a deixar de investir no futebol e encerrando os vínculos com os clubes contratados. O Fluminense está nesta lista. 

O LANCE! apurou que, caso a decisão da empresa se mantenha, o vínculo entre empresa e clube irá se encerrar em 21 de julho de 2020, quando o contrato chega ao fim. Caso o cenário mude, os clubes podem assinar uma extensão. Até lá, está planejado o lançamento dos novos uniformes 1 e 2 para o segundo semestre desta temporada. O clube não foi notificado da decisão da empresa. 

E MAIS:
A Under Armour vive uma crise de espaço no mercado brasileiro. A Vulcabras Azaleia comprou a operação da empresa norte-americana no Brasil, mas o problema na distribuição persistiu. Apesar da grande procura, não há demanda suficiente para seguir produzindo. Esta situação foi noticiada inicialmente pelo 'Globoesporte' e confirmada pelo LANCE!.

O LANCE! entrou em contato com a Under Armour, que confirmou que não há risco de rescisão com o Fluminense antes do término do contrato (confira a nota completa no final da matéria).  Além disso, confirmou que todos os uniforme previamente agendados serão entregues. Já quanto ao Sport, declarou que irá antecipar o término do contrato. 

Outro clube brasileiro que é patrocinador pela Under Armour, o Sport terá o seu contrato rescindido. Segundo o presidente do clube, Milton Bivar, a marca pretende deixar o futebol no Brasil e por isso deseja encerrar contrato, que vai até 2023. O clube recebe cerca de R$ 12 milhões por ano com a parceria.

– Nossos advogados estão vendo a melhor forma de encerrar o contrato, mas a verdade é que a marca decidiu deixar o futebol. Não é só o Sport, a Vulcabrás, que opera a Under Armour, optou por deixar o futebol. Com isso, eles ficam no uniforme até julho e agosto e depois a gente deve ter outro fornecedor – disse o presidente do Sport. 

Nota oficial da Under Armour

"A Under Armour confirma a informação de que, em acordo com o Sport Club do Recife, irá antecipar o término do contrato com o clube e continuará entregando materiais de qualidade para que os atletas continuem fazendo o seu melhor. A marca seguirá também disponibilizando à torcida os uniformes vigentes para compra até o final de 2019. Quanto às especulações sobre um eventual rompimento de contrato com o Fluminense, outro parceiro da marca, negamos a informação e garantimos que empresa e clube seguem trabalhando em conjunto normalmente, inclusive na programação de novos lançamentos de uniformes. A Under Armour reitera seu respeito, admiração e a parceria pelos clubes, atletas, dirigentes, parceiros, colaboradores, torcedores e consumidores"



Facebook Lance Twitter Lance