Fluminense tem uma virada após a paralisação e saiu na frente cinco vezes em 11 jogos
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Fluminense tem uma virada após a paralisação e saiu na frente cinco vezes em 11 jogos

Disputa - Fluminense x Flamengo
Fluminense acabou derrotado pelo Flamengo em partida no Maracanã (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Luiza Sá - 10/09/2020 - 06:30
Rio de Janeiro (RJ)
Dentre os discursos após a derrota por 2 a 1 para o Flamengo, no Maracanã, um fator foi predominante para o Fluminense: a dificuldade criada após a equipe sofrer gols muito rápido ou sair atrás no placar. A irregularidade tem custado caro para o Tricolor, que chegou ao terceiro jogo seguido sem vitória e sem ter uma grande atuação ao longo dos 90 minutos. Já sem Evanilson, algo que ainda vai render muita discussão nesse time, Odair Hellmann tentou uma nova formação, mas não teve sucesso. O equilíbrio da segunda etapa e o placar magro não mascaram o que foi um clássico fraco do time Tricolor.

O Flu conquistou apenas uma virada em partidas após a paralisação do futebol causada pela pandemia da Covid-19. Esta foi contra o Internacional, no Maracanã, com dois gols de Nenê de pênalti. Fora isso, o Tricolor tem dificuldade até de sair na frente no placar ou, quando o faz, se manter desta forma. Desde a retomada dos jogos, foram sete derrotas, cinco empates e quatro vitórias. A equipe saiu na frente em cinco oportunidades, na final da Taça Rio, nas vitórias contra Atlhetico-PR, Figueirense, Vasco e no empate com o Atlético-GO. Neste último, porém, acabou levando um gol no fim.

Nas derrotas, a partida contra o São Paulo, assim como o clássico desta quarta, mostrou como é sintomático o problema do Tricolor ao jogar tempos completamente distintos. No Morumbi, a desatenção na volta do intervalo acabou custando caro, assim como a demora para entrar no jogo no Maracanã, resultado nos gols de Filipe Luís e Gabriel Barbosa. Antes, saiu perdendo contra o Grêmio, Palmeiras, Internacional e Red Bull Bragantino.

E MAIS:
- Fizemos jogos iguais aos dois adversários. Melhor no primeiro tempo do que o São Paulo e melhor no segundo do que o Flamengo, mas isso não tem se concretizado no placar. Temos que ser regulares no desempenho dos 90 minutos com média alta para os detalhes nos favorecerem. É trabalhar para fazer isso acontecer e ter tranquilidade, equilíbrio, buscar a retomada o mais rápido possível. Amanhã sentaremos com todos. Tem jogadores que estão terminando os jogos com muito cansaço. Vamos ver quem são os jogadores com condições melhores para conseguir a vitória - analisou o técnico Odair Hellmann após a derrota.

Independentemente do que aconteceu, o Fluminense já começa a virar a chave para a próxima partida, contra o Corinthians, domingo, no Maracanã. Odair indicou um enorme desgaste dos jogadores e agora corre para recuperá-los a tempo do último jogo antes do confronto de ida pela Copa do Brasil com o Atlético-GO, também no Rio de Janeiro.

Facebook Lance Twitter Lance