Odair vê Fluminense merecedor da vitória e evita falar sobre irritação de Mano Menezes
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Odair vê Fluminense merecedor da vitória e evita falar sobre irritação de Mano Menezes

Fluminense x Bahia - Odair Hellmann
Odair Hellmann durante a partida contra o Bahia, no Maracanã (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.)
LANCE! - 11/10/2020 - 19:19
Rio de Janeiro (RJ)
O Fluminense chegou ao quarto jogo sem perder após a vitória por 1 a 0 contra o Bahia, neste domingo, no Maracanã. O confronto foi marcado por muitas reclamações com a arbitragem, inclusive de um pênalti não marcado para os cariocas ainda no primeiro tempo. A falta na área que foi assinalada também gerou polêmica e críticas por parte dos visitantes. Após a partida, o técnico Odair Hellmann falou sobre os lances e exaltou a postura da equipe durante o duelo pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro.

- O pênalti existiu e tenho dúvida do primeiro, que aconteceu também, mas não foi nem revisado. Mas a equipe mereceu a vitória do início ao fim porque fez um jogo de muita organização, de trabalho de bola e, quando precisou, fez transição de velocidade. Uma vitória importante para nossa caminhada. Um jogo extremamente difícil, mas a equipe se comportou bem em todos os aspectos, em todas as fases do jogo. Não foi o jogo de muitas situações, porque foi um jogo muito competitivo e organizado. Então nenhuma das equipes conseguiu esse número expressivo de finalizações, mas tivemos jogadas trabalhadas e fomos efetivos - analisou o treinador.

Perguntado sobre a irritação de Mano Menezes, técnico do Bahia, ao longo de todo jogo, Odair Hellmann preferiu não falar sobre o assunto.


- Nada a declarar. Próxima pergunta.

Na entrevista coletiva antes da partida, o atacante Fred explicou que ele e Nenê decidiam quem bateria os pênaltis a partir de quem estivesse melhor em campo. Neste domingo, o camisa 9 seria o encarregado da cobrança, mas cedeu para o meia marcar o 19º gol dele na temporada. Odair elogiou a atitude do centroavante.

- Quero dar um exemplo de uma atitude de grupo, em que o jogador coloca o coletivo na frente da individualidade. Hoje o Fred estava escalado para bater o pênalti, mas foi lá e entregou a bola para o Nenê, que fez o gol. São situações de representatividade muito grande dentro um grupo de futebol - exaltou.

E MAIS:
A vitória coloca o Fluminense ainda melhor e mais seguro dentro do G6, ultrapassando o Palmeiras na tabela. Na próxima rodada, o Tricolor terá um complicado duelo com o Atlético-MG, líder do Brasileirão, fora de casa. O treinador do Flu exaltou as atuações e ressaltou a importância do elenco.

- Até agora, a gente está fazendo um excelente campeonato. Claro que com dificuldades, mas com menos dificuldades pela qualidade que os jogadores estão impondo dentro de campo. Pela qualidade do grupo também. A gente está fazendo uma excelente campanha, mas o fim é só lá em fevereiro. A gente tem que brigar jogo a jogo e o próximo jogo é sempre uma final. A gente tem que ter tranquilidade nas derrotas e o mesmo equilíbrio nas sequências positivas, como essa em que estamos.

Mesmo com o retorno de nove dos 10 jogadores que testaram positivo para a Covid-19, Odair optou por iniciar com o mesmo time que venceu o Goiás na última rodada, deixando os atletas que voltaram no banco. Apenas Luiz Henrique acabou sendo utilizado. O comandante do tricolor explicou a decisão.

- Quanto a situação dos jogadores que voltaram, a gente precisa ter o entendimento que eles não só ficaram uns 10 dias parados. Eles ficaram 10 dias com uma doença, que ainda não conhecemos. A gente não sabe qual é a consequência de um atleta pós-covid em um treinamento de alto rendimento. Por isso, você tem que fazer as coisas aos poucos, preservando a saúde dos atletas. A gente fez uma análise que eles precisam passar por um processo de retomada - afirmou.

Facebook Lance Twitter Lance