Marcos Paulo destaca parceria com Evanilson: 'A dupla vai dar certo'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Marcos Paulo destaca parceria com Evanilson: 'A dupla vai dar certo'

Marcos Paulo e Evanilson - Fluminense
Sorridentes, atacantes são as esperanças dos tricolores (Foto: Lucas MErçon/Fluminense)
Joel Silva - 06/02/2020 - 16:16
Rio de Janeiro (RJ)
Cheio de moral após a boa partida diante do Unión La Calera, Marcos Paulo vive a expectativa de ser titular, domingo, contra o Botafogo, no Maracanã. Assim como Evanilson, o atacante foi desfalque nas primeiras cinco partidas da temporada, por conta de uma lesão muscular na coxa direita. Recuperados, os dois possuem a responsabilidade de serem os protagonistas do ataque tricolor e Marcos Paulo afirmou que estão prontos para isso.

- A responsabilidade é grande, mas na base a gente está acostumado com a 9, com a 10, a 11. Agora é pegar essa responsabilidade, ver pelo lado positivo e jogar leve dentro de campo. A dupla vai dar certo.

Com a saída de João Pedro, que está no Watford, da Inglaterra, o Fluminense terá a reedição do "casal 20", agora com Evanilson formando a dupla com Marcos Paulo. O entrosamento vem desde os tempos de base, quando moravam juntos na concentração.

- Entrosamento vem da convivência também. A gente morou junto na concentração, já jogamos no sub-20 também e sempre falava que a gente jogaria junto novamente. O Evanílson fez gol contra o Corinthians com assistência minha e falei pra ele que esse ano temos que fazer muitos gols. Teve a lesão, não pudemos dar sequência, mas agora estamos aí - disse Marcos Paulo.

Após 45 minutos jogados na última terça-feira, Marcos Paulo se sente pronto para estar em campo desde o início, mas deixou a decisão para o técnico Odair Hellmann.

- Agora é com Odair. Não era o momento certo de começar jogando, depois das lesões poderíamos sentir alguma coisa. E aí entramos sem problemas no segundo e vamos focar na próxima batalha de domingo.

BATE-BOLA COM MARCOS PAULO

Como é a relação com o técnico Odair Hellmann?
- Mesmo tratamento e treinamento para todos. Todos conseguiram uma rápida adaptação. Ele é muito brincalhão, mas fala sério, chama no canto também, conversa para passar mais confiança. Ele está agregando muito aqui. É muito boa pessoa.

Como você recebeu a proposta do CSKA, da Rússia? Pretende se transferir um dia para a Europa?

- Acho que todo moleque do Brasil quer jogar na Europa. É um sonho, mas fiquei tranquilo, não é o momento. No momento certo, quando for bom para mim e para o clube, eu vou sair. Mas vou sair com títulos e, se Deus quiser, como ídolo.

O elenco conta com jogadores experientes, mas também muitos garotos e a relação parece ser muito boa. A impressão está correta?
- O principal sempre foi isso, desde o começo da temporada falamos que o grupo tem que estar unido, se não, não dá certo. Isso é um dos nossos objetivos para esse ano para dentro de campo fazer o melhor.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance