M. Oliveira comemora classificação e fala em 'seis finais' na Sul-Americana
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

M. Oliveira comemora classificação e fala em 'seis finais' na Sul-Americana

Marcelo Oliveira
Marcelo Oliveira comemorou a classificação do Fluminense (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C.) 
Marcello Neves - 04/10/2018 - 22:16
Rio de Janeiro (RJ)
Rumo às quartas de final. O Fluminense fez o seu papel, venceu o Deportivo Cuenca (EQU) por 2 a 0, nesta quinta-feira, no Maracanã, e avançou para a próxima fase da Copa Sul-Americana. Com o torneio entrando em sua fase decisiva, o pensamento é outro: são seis finais, seis decisões até o título internacional. Pensamento seguido pelo treinador Marcelo Oliveira, que usa isso para motivar o elenco tricolor. 

- Isso é legal, funciona. Faltam seis. Seis finais, seis decisões. Temos que ter o entendimento dos dois jogos que vamos disputar. São 180 minutos. Você vai criar estrategias para cada jogo. Mas vamos pensar nisso um pouco mais para frente - declarou o treinador. 


Contra o Deportivo Cuenca, os números foram bastante positivos: dois jogos, duas vitórias, quatro gols marcados e nenhum sofrido. Marcelo Oliveira comentou sobre a postura do Fluminense em ambas as partidas e os bons números que levaram a equipe para a próxima fase da Copa Sul-Americana.

- Vitória importante, fundamental para nossa passagem. Conquistamos vantagem importante lá, mas em uma competição como essa tínhamos que ter cuidados. Adversário veio aqui, conseguiu jogar mais do que pensei, ficaram mais com a bola, mas com pouco sustos. Um ponto muito positivo foram as duas vitória. Quatro gols, sem levar sustos. 


E MAIS:
Com a classificação, o Fluminense terá pela frente o Nacional (URU) na próxima fase da Copa Sul-Americana. Os uruguaios bateram o San Lorenzo (ARG) e decidem a eliminatória dentro de casa. Marcelo Oliveira lembrou dos tempos de jogador - atuou por um ano na equipe de Montevidéu - para citar os perigos do adversário das quartas de final. 

- Não diria preocupação, pois se estou preocupado acabo passando para os atletas. Eu joguei no Nacional durante um ano, é uma equipe de muita tradição. O futebol uruguaio é sempre muito duro. Eles competem muito, é uma equipe bem arrumada. Vamos pensar nisso em um momento certo. Vamos ter que preparar bem. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance