Com Maraca lotado, Flu bate Cuenca e vai às quartas da Sul-Americana
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Com Maraca lotado, Flu bate Cuenca e vai às quartas da Sul-Americana

  •  Fluminense x Deportivo Cuenca - Digão
    Fluminense x Deportivo Cuenca - Digão Reginaldo Pimenta / Raw Image
  •  Fluminense x Deportivo Cuenca
    Fluminense x Deportivo Cuenca Magalhaes Jr/Photopress
  •  Fluminense x Deportivo Cuenca
    Fluminense x Deportivo Cuenca Jorge Rodrigues/Eleven
  •  Fluminense x Deportivo Cuenca
    Fluminense x Deportivo Cuenca Paulo Sergio/Agencia F8
  •  Fluminense x Deportivo Cuenca
    Fluminense x Deportivo Cuenca Magalhaes Jr/Photopress
Marcello Neves - 04/10/2018 - 21:22
Rio de Janeiro (RJ) 
Dia de festa no Maracanã. Fora de campo, os 39.157 torcedores presentes fizeram a sua parte e lotaram o estádio. Dentro dele, o Fluminense confirmou o favoritismo contra o Deportivo Cuenca (EQU), nesta quinta, e deu mais um passo rumo ao título da Sul-Americana. Com boa atuação e sem maiores sustos, o Tricolor venceu por 2 a 0, gols marcados por Digão e Richard, e avançou às quartas de final. Na próxima fase, terá pela frente o tradicional Nacional (URU).

CONFIRA A TABELA DA SUL-AMERICANA
> Clique aqui para ver


Controle total do Fluminense
Como esperado, o Fluminense era quem ditava o ritmo da partida. Com maior posse de bola, controlava as ações e criava as melhores oportunidades. Logo no início, Luciano só não abriu o placar em jogada ensaiada pois pegou mal na bola.



Muita falta, pouca arbitragem
O Cuenca parava o jogo com muitas faltas. Ayrton Lucas, Léo e Jadson foram alvos dos equatorianos. Luciano, que também sofreu entrada dura, reclamou com a arbitragem e recebeu cartão amarelo.

Digão explode o Maracanã
Parecia um roteiro: outra falta do Cuenca, outra bola na área. Mas dessa vez o caminho foi diferente. Sornoza cobrou, Ibañez desviou e Digão marcou na pequena área. Pouco depois, Jadson só não ampliou porque Brian Heras fez uma bela defesa.

A melhor chance do Cuenca
Não só no Maracanã, mas em toda a eliminatória. Após lançamento do campo defensivo, a defesa parou, Júlio César saiu mal do gol e deixou Jacson Pita com a bola dominada e o gol aberto. Porém, desequilibrado, o equatoriano finalizou para fora.

Pressão equatoriana no Maraca
Com a vantagem no placar e sentindo o desgaste, o Flu passou a dar campo para o Cuenca. Foi uma sequência de lances perigosos: Júlio César salvou a cabeçada de Preciado, De La Cruz bateu falta perigosa e Cuero também criou boa chance.

Richard define a vaga
Com a bola, o Cuenca deu espaços e um contra-ataque praticamente definiu a vaga. Everaldo arrancou com liberdade, rolou para Richard que encobriu o goleiro Brian Heras. Placar definiu e quase ampliado com Marcos Júnior, que por pouco não marcou o terceiro no final.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 0 DEPORTIVO CUENCA


Data/Hora: 04/10/2018, às 19h30
Local: Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Andrés Rojas (COL)
Auxiliares: Jhon Alexander Leon (COL) e Carlos Astroza (COL)
Público/renda: 39.157 presentes/36.902 pagantes/R$ 1.122.190,00
Cartões amarelos: Luciano (18'/21ºT), Richard (26'/2ºT), Digão (36'/2ºT), Marcos Junior (40'/2ºT) (FLU), Luca Sosa (29'/1ºT), Mosquera (4'/2ºT), Bedoya (22'/2ºT) (DEP)
Cartões vermelhos: -
Gols: Digão (33'/1ºT) (1-0), Richard (30'/2ºT) (2-0)

FLUMINENSE: Júlio César; Ibañez, Gum, Digão; Léo (Matheus Norton - 32'/21ºT), Jadson (Marcos Junior - 34'/2ºT), Richard, Sornoza, Ayrton Lucas; Everaldo e Luciano (Junior Dutra - 30'/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira.

DEPORTIVO CUENCA: Heras; Carabalí, Bedoya, Luca Sosa, Cuero; Jhon Rodríguez (De la Cruz - 11'/2ºT), Mosquera, Emmanuel Martínez, Preciado (Dennis Quiñónez - 33'/2ºT); Juan Rojas e Pita. Técnico: Richard Páez.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance