Diego Souza: Justiça aceita recurso do Sport e nega R$ 1 milhão ao Flu
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Diego Souza: Justiça aceita recurso do Sport e nega R$ 1 milhão ao Flu

Diego souza - São Paulo
Diego Souza, agora no São Paulo, foi revelado na base do Fluminense (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF /Lancepress!)
Luiza Sá - 01/12/2018 - 13:35
Rio de Janeiro (RJ)
Se a situação do Fluminense dentro de campo é complicada, fora dele o momento também é de instabilidade. No último dia 27, a desembargadora Claudia Telles, da 5ª Câmara Cível do TJ do Rio, acolheu o recurso do Sport e negou ao Flu o direito de receber R$ 1 milhão do valor da venda de Diego Souza do clube pernambucano ao São Paulo.

No início de agosto, a juíza Fernanda Galliza do Amaral, da 4ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), aceitou o pedido do Tricolor para receber R$ 1 milhão do valor da venda do atacante antes da conclusão da briga judicial. Ela afirmou que o valor da quantia era "incontroverso". Em outras palavras, independe do resultado final do processo.

Os R$ 5 milhões que o Flu alega ter direito estão retidos em juízo como forma de garantia de pagamento, caso os cariocas ganhem a causa.

Desta vez, a desembargadora julgou prudente que a verba permanecesse depositada em juízo. A magistrada afirma que ainda falta elucidar "diversos pontos, em especial, o valor global da transação", já que o Sport afirma, em concordância com o São Paulo, que o valor total da transação seria de R$ 11 milhões, em que R$ 10 milhões seriam do clube pernambucano e o restante para pagar ao Fluminense. Porém, o tricolor diz que o valor total seria de R$ 10 milhões em que metade lhe corresponderiam.

O time das Laranjeiras afirma que tem direito a 50% do valor da venda do jogador. O valor total da venda foi de R$ 10 milhões. Quando cedeu Diego Souza ao Sport em 2016, o Fluminense manteve 50% dos direitos econômicos do atleta. Os pernambucanos, no entanto, se baseiam em uma troca de e-mails de Marcelo Teixeira, dirigente da base do Flu, com Eduardo Uram, empresário do jogador, no fim de 2017, que afirma que o clube carioca só teria direito a R$ 1 milhão.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance