Fluminense aproveita duelos com times da parte de baixo e se prepara para sequência complicada
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Fluminense aproveita duelos com times da parte de baixo e se prepara para sequência complicada

Fluminense x Bahia - Comemoração
Fluminense conquistou 10 dos 12 pontos possíveis nas últimas quatro rodadas (Foto: Lucas Merçon/Fluminense FC)
Luiza Sá - 12/10/2020 - 07:00
Rio de Janeiro (RJ)
A briga por uma vaga na Libertadores faz com que os confrontos contra equipes próximas ou dentro da zona de rebaixamento sejam considerados como imprescindíveis para a vida do Fluminense. Ao fim do quarto jogo seguido deste tipo, a equipe chegou perto dos 100% de aproveitamento, conquistando 10 dos 12 pontos possíveis nas últimas rodadas. Agora, terá pela frente uma sequência ingrata com cinco adversários que hoje estão na parte de cima da tabela nos próximos 10 duelos.

É preciso ressaltar que, caso não haja alterações, após o confronto com o líder do Campeonato Brasileiro, Atlético-MG, nesta quarta-feira, às 21h30, o Fluminense não terá mais jogos no meio da semana. Fora da Copa do Brasil e da Sul-Americana, o Tricolor pode aproveitar o maior tempo livre para treinar e se firmar de vez na parte de cima da competição, já que muitos concorrentes vão entrar em fases decisivas dos outros torneios.

Além do Galo, no Mineirão, na quarta, o Flu terá pela frente o Ceará, dia 17, Santos, dia 25, os dois em casa, Fortaleza, dia 31, no Castelão. A partir de novembro, Grêmio, dia 8, no Maracanã, Palmeiras e Internacional, ambos fora, nos dias 14 e 22, respectivamente, Red Bull Bragantino, dia 28, Athletico-PR, dia 6, e Vasco, dia 13, todos no Rio de Janeiro. Este último, vale destacar, atuando como visitante.


E MAIS:
Se há pouco tempo ataque e defesa eram fruto de desconfiança pelos poucos gols marcados e os muito sofridos, as últimas quatro partidas deram mais tranquilidade neste sentido. O Fluminense balançou as redes em todos os jogos, somando 10 gols, e sofreu apenas três. Apesar disso, a vitória contra o Bahia também evidenciou uma dificuldade constante no Fluminense: a finalização. Com a eficiência maior, o time ainda encontra dificuldades para levar mais perigo ao adversário. Neste domingo, por exemplo, foram apenas dois chutes em direção ao gol, sendo um deles justamente o pênalti cobrado por Nenê.

Contra o líder do campeonato, a equipe deverá voltar a ter força máxima em campo, já que os jogadores recuperados de Covid-19 foram poupados na vitória em cima do Bahia.

- O grupo deu uma resposta muito positiva nesses três, quatro jogos. Isso beneficia o treinador. Por isso tomei essa decisão no jogo de hoje (não utilizar os que tiveram Covid). E vai ser assim na quarta-feira e na sequência. A importância que eu falo sempre do grupo. Quando eles têm oportunidade, eles tão correspondendo. Preciso exaltar o grupo em relação a isso. Principalmente nesse momento, no qual ficamos sem 14 jogadores e a equipe fez 10 pontos em 12. Isso é muito importante, uma resposta sensacional, em termos de performance e pontuação. Mas é só a 15ª rodada, nós precisamos nos manter equilibrados nas vitórias e nas derrotas - destacou Odair Hellmann.


Facebook Lance Twitter Lance