Rubro-negros relatam experiência de troca de passagens e farão escala em Miami: 'Ganharam um cliente'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Rubro-negros relatam experiência de troca de passagens e farão escala em Miami: 'Ganharam um cliente'

Arthur e David Nunes - Rubro-negros irão para Lima
Arthur Nunes, à esquerda, e o irmão David no Maracanã: torcedores irão à Lima, no Peru (Foto: Arquivo Pessoal)
Matheus Dantas - 06/11/2019 - 16:45
Rio de Janeiro (RJ)
A mudança da sede da final da Libertadores - de Santiago, no Chile, para Lima, no Peru - está causando uma série de problemas e dúvidas entre os torcedores  que já haviam comprado passagens aéreas e ingressos para a decisão, além de custos com hospedagem. É o casos dos irmãos Arthur e David Nunes. Os rubro-negros conseguiram conseguiram resolver a situação junto à LATAM. A ida à capital peruana está garantida, mas a viagem será longa, passando por Miami.

Ao LANCE!, Arthur contou como realizou a troca das passagens nesta quarta. O procedimento foi feito na loja da LATAM no Aeroporto Santos Dumont, na área central do Rio de Janeiro. A companhia aérea colocou-se à disposição para reembolsar integralmente o valor da passagem ou alterar o bilhete para Lima, sem custo e sujeito à disponibilidade. Arthur elogiou o atendimento recebido.

- Vi um amigo, hoje (quarta) pela manhã, num grupo de Whatsapp dizer que conseguiu trocar no Galeão. Fui ao Santos Dumont antes do trabalho, cheguei lá umas 8h30 e a Latam estava estabelecendo um procedimento (para a troca). Foram muito simpáticos, mas nem todo mundo estava conseguindo resolver lá - afirmou Arthur, que pôde realizar a troca da passagem de seu irmão, David:



- Para fazer o atendimento, pediram para mostrar o comprovante da compra do ingresso. Repassei para o e-mail da loja do Santos Dumont - explicou.

Após a mudança da sede da decisão da Libertadores, a diretoria do Flamengo entrou em contato e cobrou "responsabilidade social" das companhias aéreas, e outras empresas, como a Gol, adotaram o mesmo procedimento da LATAM.

A troca das passagens - de Santiago para Lima - só está sendo realizando para voos no mesmo dia do que o marcado inicialmente - seja na ida ou na volta -, além da comprovação do ingresso para a decisão da Libertadores, no dia 23.


E MAIS:
Torcida do Flamengo - Libertadores
A taça da Libertadores da América (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
VISTO FACILITOU A VIDA DOS IRMÃOS

A facilidade encontrada por Arthur e o irmão David para trocar a passagem não será encontrada por todos rubro-negros, principalmente por dois motivos: os dois já possuíam vistos para os Estados Unidos e compraram passagens com "folga". Ou seja, a ida será no dia 20 de novembro, quarta-feira, e o retorno na segunda, dia 25. Assim, foi possível remanejar a viagem com escala em Miami.

- Meu voo original saia do Rio no dia 20 e voltava no dia 25. Agora, para me levar à Lima me botaram em uma viagem longa, que pude aceitar por ter visto para os Estados Unidos. Eu farei Rio Miami Miami Lima. E na volta o oposto. Não me cobraram um centavo e ganharam um cliente - explicou ao LANCE!.

A viagem, contudo, será longa. Na ida, voo Rio - Miami com duração de 8h45, aproximadamente. Após uma espera de 10h no aeroporto, Arthur e David deixarão os Estados Unidos rumo à Lima. Este trajeto dura cerca de 5h40.

Na volta, o itinerário se repetirá. Da capital peruana para Miami e, na sequência, de volta ao Rio de Janeiro. Caso o Flamengo seja campeão, a duração pouco importará para David, 40 anos, e Arthur, 37, nascido em de 1981 e que leva o nome de Zico, campeão da Libertadores naquele ano.

Facebook Lance Twitter Lance