Marcos Braz nega 'conflito' entre Flamengo e Câmara do Rio e lamenta: 'Fico chateado com o preconceito'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Marcos Braz nega 'conflito' entre Flamengo e Câmara do Rio e lamenta: 'Fico chateado com o preconceito'

Marcos Braz - Câmara do Rio
O vereador Marcos Braz (PL), à direita, na Câmara do Rio de Janeiro (Foto: Divulgação)
LANCE! - 04/01/2021 - 11:00
Rio de Janeiro (RJ)
Empossado vereador na Câmara do Rio de Janeiro e eleito para a Mesa Diretora da Casa, Marcos Braz (PL) voltou a reforçar que "não há conflito algum na atividade fim" em relação ao cargo que ocupa no Flamengo desde o início de 2019, como vice-presidente de futebol do clube. Em entrevista ao portal "UOL", Braz lamentou o preconceito que diz existir com a atividade parlamentar.

- Fico chateado com o preconceito. Se eu tiver de fazer uma viagem de emergência com o Flamengo, vou pedir para que esse dia de falta seja descontado. Nos dias de hoje não dá para enganar ninguém. Se eu estiver no Ninho, todo mundo vai saber. As pessoas têm de analisar se estou ou não correspondendo, mas que falem depois. Não vou deixar de contratar jogador para o Flamengo e também não tenho de contratar jogador para a Câmara. Não há conflito algum na atividade fim - afirmou o vereador Marcos Braz (PL).


E MAIS:
Na entrevista, Marcos Braz reforçou sua independência de grupos políticos e que, por ser vice-presidente do Flamengo, será "observado" mais de perto por todos. Portanto, está pronto para assumir responsabilidades maiores ainda na Câmara do Rio, mesmo que isso impacte em sua saúde, por exemplo.

Quanto à conciliação das atividades no dia a dia, entre treinos, jogos e viagens do Flamengo, e as votações e discussões parlamentares, o VP de futebol  e o vereador Braz afirmou ser uma "máquina trabalhando", portanto, conseguirá conciliar as funções e estará presente quando a Câmara ou o clube precisarem.

- Se tem alguém imparcial na Câmara, esse alguém sou eu. A ação dos vereadores é de muita conversa e acordos entre partidos. Eu durmo tarde e acordo cedo, sou uma máquina trabalhando. Agora, se eu estiver de folga e for ao treino no Ninho no sábado, isso é problema meu. Se eu tiver um impacto até na minha saúde, também é problema meu. Tenho de estar presente nas votações e nos momentos em que a Casa precisar. Se o Flamengo perder um campeonato é por minha causa? Perde porque é esporte, porque se ganha, perde e empata - afirmou.

Em 2021, o Flamengo entra em campo pela primeira vez em 6 de janeiro, em clássico com o Fluminense pelo Campeonato Brasileiro. Com 49 pontos, o Rubro-Negro está empatado com o Atético-MG, que está na segunda posição por conta número de vitórias, e atrás do líder São Paulo, que tem 56 pontos.

Facebook Lance Twitter Lance