Ao L!, Léo Pereira avalia início no Flamengo e faz autocrítica: 'Muito a evoluir'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Ao L!, Léo Pereira avalia início no Flamengo e faz autocrítica: 'Muito a evoluir'

Flamengo x Barcelona SC - Léo Pereira
Léo Pereira em ação pelo Fla: zagueiro foi contratado neste ano, após a saída de Pablo Marí (Foto: Paula Reis / CRF)
Lazlo Dalfovo e Matheus Dantas - 23/07/2020 - 06:30
Rio de Janeiro (RJ)
Léo Pereira chegou ao Flamengo com o peso de substituir Pablo Marí, vendido ao Arsenal, da Inglaterra, no início da temporada, e vem correspondendo às expectativas. Sob o comando de Jorge Jesus por pouco mais de sete meses, o camisa 4 tornou-se o zagueiro com mais minutos em campo e, em meio aos aprendizados que teve até agora, continua focado em desenvolver seu jogo.

Em entrevista ao L!, o defensor de 24 anos, comprado do Athletico, falou sobre como o Mister melhorou sua performance em campo e projetou a sequência da temporada - provisoriamente sob o comando de Maurício Souza, da equipe Sub-20, que comandou a primeira atividade no Ninho do Urubu, nesta quarta.

- Além de todas as questões táticas e técnicas que o Mister nos ensinou, aprendi ainda mais como evoluir como profissional, por tudo que ele nos falava, nos passava. A cada dia uma lição nova. Uma grande pessoa, um ser humano incrível. Desejo as melhores coisas para ele, sempre - afirmou Léo , antes de relatar as impressões do primeiro contato com Maurício:

- Foi bom. Apesar do pouco tempo pudemos perceber que é muito qualificado.

E MAIS:
São 13 partidas de Léo Pereira pelo Flamengo até o momento. O camisa 4 tem atuado pelo lado esquerdo da zaga. A concorrência de Gustavo Henrique, que veio do Santos também para reforçar o time da Gávea nesta temporada. Ao lado de companheiros consagrados na Europa e na Seleção Brasileira principal, o defensor reforça que está focado em aproveitar as chances no Rubro-Negro.

Com passagem pela seleção nacional de base e tido como um dos promissores zagueiros do Brasil, Léo Pereira deixa as especulações de lado: "completamente focado no Flamengo", afirma. Confira outras respostas do camisa 4 ao LANCE!:

Como avalia as suas atuações pelo Flamengo até aqui? 

- Sempre tento fazer esta autocrítica, sei que tenho muito o que evoluir, e é isso que vou buscar, o crescimento constante. Assisto aos jogos, procuro entender o que estou fazendo de errado, o certo, analisando bem o posicionamento, a distância, e tento a cada treino buscar essa melhora.

Você tem a possibilidade de formar uma linha defensiva ao lado de Rafinha, Filipe Luís e Diego Alves, jogadores de Seleção e vitoriosos na Europa. O que absorveu dessa parceria até agora?

- Não tenho muito o que falar. A carreira deles fala por si só. Todos absolutamente profissionais, competentes e vencedores. Espero um dia poder ter a bagagem que eles carregam.

Com o calendário espremido, o Flamengo vai ter jogos de dois em dois dias em alguns momentos da temporada. Isso gera uma preocupação para o atleta, especialmente na questão física?

- Claro, a parte física é um ponto importante durante uma temporada, ainda mais neste ano, que está sendo totalmente atípico. Sobre estas preocupações, elas existem sim, mas diante de toda estrutura que o clube oferece, elas acabam passando despercebidas.

Por outro lado, essa maratona de jogos deve forçar o técnico a utilizar todo elenco. Pode servir como uma motivação a mais?

- Como sempre dizemos, o Flamengo não tem titulares ou reservas, tem um elenco competente e qualificado para dar o melhor sempre que entrar em campo. A disputa é absolutamente sadia e o mais favorecido disso tudo é o próprio clube, que tem jogadores de alto nível prontos para jogar.

Você teve o nome especulado no Benfica. Pensou sobre a possibilidade? O que projeta para a carreira a longo prazo?

- Essas especulações eu deixo para meu empresário tomar conta, não me envolvo. Estou completamente focado no Flamengo.


Facebook Lance Twitter Lance