'Impecáveis': Thuler e Marí alcançam marca que zaga titular não conseguiu
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

'Impecáveis': Thuler e Marí alcançam marca que zaga titular não conseguiu

Diego Alves, Thuler e Pablo Marí - Flamengo x Emelec
Diego Alves foi herói, mas Pablo Marí e Thuler tiveram grandes atuações diante do Emelec (Foto: Marcelo Cortes/CRF)
Lazlo Dalfovo e Matheus Dantas - 02/08/2019 - 09:00
Rio de Janeiro (RJ)
De repente, Jorge Jesus havia perdido os dois zagueiros titulares para a partida mais importante à frente do Flamengo: Rodrigo Caio, lesionado, e Léo Duarte, vendido ao Milan, da Itália, foram desfalques diante do Emelec. Foi assim que as chances de Pablo Marí e Thuler surgiram e, após ver o time devolver o 2 a 0 da ida e garantir a vaga nas quartas de final da Libertadores nos pênaltis, o treinador português resumiu a atuação da dupla no Maracanã: "impecáveis". 

- São jovens, mas foram bem. O Angulo (Bryan, atacante do Emelec) joga bem de costas, mas Thuler e Pablo foram impecáveis. Não deram saídas de contra-ataque - avaliou o treinador, que completou sete partidas no comando do Fla.

Antes da final contra o Emelec, Thuler e Pablo Marí só haviam atuado juntos por 76 minutos contra o Botafogo, no último domingo, quando Rodrigo Caio deixou o clássico com dores na coxa esquerda e, posteriormente, teve lesão confirmada no local, por exames, pelo departamento médico do Flamengo.


E MAIS:
Pablo Marí chegou ao Flamengo em julho, enquanto Thuler, formado no Ninho do Urubu, está integrado ao elenco profissional do clube desde o ano passado. Em campo, contudo, deram a impressão de serem parceiros de longa data.

Com firmeza nas divididas, bom posicionamento e segurança nas bolas aéreas, Pablo Marí e Thuler tiveram papel fundamental para que a equipe da Gávea alcançasse a primeira partida sem sofrer gols sob o comando de Jorge Jesus.

Facebook Lance Twitter Lance