O escolhido: o que esperar de Domènec Torrent à frente do Flamengo
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

O escolhido: o que esperar de Domènec Torrent à frente do Flamengo

  •  Domènec Torrent - Treinador
    Imagens de Domènec Torrent, que está acertado com o Flamengo (Foto: Arquivo Pessoal)
  •  Domènec Torrent - Treinador
    Torrent treinou o NYC (MLS) entre 2018 e 2019. Foram 60 jogos, com 29 vitórias (Foto: Arquivo Pessoal)
  •  Domènec Torrent - Treinador
    Domènec Torrent ainda não tem data para chegar ao Rio, mas desembarcará no Brasil em breve (Foto: Arquivo Pessoal)
  •  Domenic Torrent
    Manchester City: o último clube onde Domenic Torrent foi auxiliar de Guardiola (Foto: Divulgação / Manchester City)
  •  Pep Guardiola e Domènec Torrent nos tempos de Bayern de Munique
    Pep Guardiola e Domènec Torrent nos tempos de Bayern de Munique: dupla trabalhou com Rafinha, lateral do Fla (Foto: Divulgação)
Lazlo Dalfovo - 30/07/2020 - 05:05
Rio de Janeiro (RJ)
Nas redes sociais, a torcida já debate a chegada de Domènec Torrent, o escolhido do Flamengo para ser o substituto de Jorge Jesus. A assinatura de contrato deve ocorrer nesta quinta-feira, na Espanha, após encontro presencial do treinador com Marcos Braz e Bruno Spindel, vice-presidente de futebol e diretor executivo da pasta do clube. E o que esperar do catalão à frente do Fla?


Essa questão permeia a expectativa dos flamenguistas, sobretudo pelo "outro patamar" que a equipe atingiu sob o comando de Jorge Jesus. Se Torrent vai manter o padrão de jogo adotado pelo português ou não, ainda é cedo para afirmar, mas o fato é que ambos têm perfis distintos em relação a estratégias ofensivas, principalmente.




Por trabalhar em três clubes (Barcelona, Bayern de Munique e Manchester City) como auxiliar de Pep Guardiola, Domènec Torrent entronizar um estilo ofensivo no qual, na busca pelo controle da posse de bola e jogo de posição, suas equipes alarguem o campo com extremos de velocidade - e fixos.

Os laterais também tendem a ser agudos, em prol de mais opções de passe pelo domínio diante dos adversários. Em suma: aproximação, toques curtos e muita utilização do goleiro na saída de bola, por exemplo, foram uma tônica apresentada por Torrent no New York City FC, onde ficou de 2018 a 2019 e fez uma campanha memorável para a franquia na Major League Soccer (MLS)

Veja abaixo um vídeo do canal "Patrones de Juego", no YouTube, onde é exemplificado o estilo de jogo do catalão:

DIFERENÇAS COM JORGE JESUS

Com Jesus, o Flamengo atuava com dois laterais que construíam por dentro (Rafinha e Filipe Luís), dois "avançados" móveis (Bruno Henrique e Gabigol) e dois meias também construtores (Everton Ribeiro e Arrascaeta), que tinham a liberdade para flutuar por dentro a fim de abastecer o ataque.

Além disso, o time do Mister visava a verticalidade, com menos passes para chegar à area. Ou seja: uma proposta diferente em relação a Dome, embora a dupla, no quesito defensivo, cobre os jogadores para que a bola seja recuperada ainda no campo de ataque, pressionando o portador da bola.

Não é justo cravar modelo "mais certo" ou "mais errado". A questão é acompanhar se o estrelado elenco do Flamengo se adequará de imediato ao novo perfil ofensivo, caso Torrent opte por explorá-lo ao assumir.

OPINIÕES DE ANALISTAS

O LANCE! também ouviu analistas táticos que acompanharam de perto o trabalho de Jorge Jesus no Flamengo e que, a pedido da nossa reportagem, projetaram a expectativa quanto a Domènec Torrent. Confira:

William Godoy, do Canal William Godoy (YouTube)

- O Flamengo mantém a aposta em seu vitorioso jogo ofensivo, contudo, por outros meios. O conceito de jogo de Domènec Torrent parte do princípio do “Jogo Posicional”: trocas de passes, proximidades e criação de espaços. Evidente que há características semelhantes ao “Jogo Funcional” de Jorge Jesus. Sobretudo na organização defensiva, que inicia com seus atacantes marcando forte a saída de bola dos adversários – característica que nenhum rubro-negro gostaria de ver o Flamengo abrindo mão. O catalão Domènec comandará o Flamengo sob a sombra comparativa do seu antecessor. Entre essas diferenças e semelhanças, a premissa de ambos é ser o protagonista, ter a bola em todo instante, e claro, vencer. Domènec Torrent apresentará à América o conceito "Guardiolismo" – jogo refinado e de maior influência nas últimas décadas – um estilo que há alguns anos parecia distante a realidade do futebol brasileiro.


Téo Benjamin, do Canal Téo Benjamin (YouTube)

- Domènec se define como treinador proativo, que gosta de controlar o jogo pela bola. Propõe um jogo intenso e ofensivo, como o rubro-negro gosta. Tem diferenças em relação a Jorge Jesus, claro, mas parece perfeitamente capaz de se adaptar e construir em cima do legado deixado pelo português.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance