Menos posse de bola, mais confiança e intensidade: o Flamengo de Dorival
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Menos posse de bola, mais confiança e intensidade: o Flamengo de Dorival

Vitinho e Lucas Paquetá
Vitinho e Lucas Paquetá foram os destaques da vitória do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza/Flamengo)
LANCE! - 06/10/2018 - 15:25
Rio de Janeiro (RJ)
Intensidade no ataque e confiança recuperada: esses foram dois dos principais méritos de Dorival Júnior na primeira semana à frente do Flamengo. Na vitória sobre o Corinthians, 3 a 0 na Arena em Itaquera, a equipe soube transformar a posse de bola em chances de gol e, com uma postura mais agressiva, dominou a partida. De acordo com os jogadores, resultado das conversas com Dorival.

- O Dorival focou mais em levantar a nossa confiança. Sabia que vínhamos de uma eliminação doída (para Corinthians na semi da Copa do Brasil), onde dava para termos ido para a final. Conversou e nos motivou - afirmou o lateral Renê, autor do terceiro gol do Flamengo, nos acréscimos da etapa final em Itaquera.

E MAIS:
Sob o comando de Maurício Barbieri, o Flamengo terminou os jogos com mais posse de bola que o adversário em 23 de 26 rodadas. As exceções foram contra o Vitória, Atlético-MG e Fluminense, todas no primeiro turno. 

No fim de sua passagem, a briga do antecessor de Dorival era para que a equipe não tivesse a "posse pela posse". Contra o Corinthians, na sexta-feira, foi exatamente assim: o Fla teve 47,3% da posse de bola, dos quais 26,53%  no campo de defesa - demonstração da intensidade e desejo dos atletas em recuperarem a bola ainda no campo ofensivo.

Ainda de acordo com oo site "Footstats", Vitinho foi quem mais tempo ficou com a bola pelo Flamengo: 6,44% do jogo. O camisa 14  deu profundidade à equipe, chegando com força à linha de fundo. Assim, o time lembrou o Flamengo do primeiro semestre, quando ainda contava com as escapadas de Vinícius Júnior pelo lado esquerdo. Maior investimento do clube para 2018, Vitinho chegou justamente para substituí-lo. Confiante, pode ser decisivo.


Facebook Lance Twitter Lance