Em carta à Nação, presidente Landim pede: 'Cuidemos de nossos idosos, ajudemos aos que mais precisam.'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em carta à Nação, presidente Landim pede: 'Cuidemos de nossos idosos, ajudemos aos que mais precisam.'

Torcida Flamengo
Presidente do Flamengo pediu a mobilização da torcida do Flamengo (Foto: Paula Reis / Flamengo)
LANCE! - 19/03/2020 - 13:27
Rio de Janeiro (RJ)
Além de paralisar o futebol, a pandemia do coronavírus está mudando a rotina dos cidadãos brasileiros, orientados a ficarem em quarentena pelos órgãos governamentais. O Flamengo, em carta assinada pelo presidente Rodolfo Landim e divulgada dos perfis do clube, reforçou as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, pedindo a mobilização de toda a Nação Rubro-Negra em prol do bem-estar coletivo.

- Neste momento sombrio, queria convidar a nossa grande Nação Rubro-Negra a renovar a esperança e trabalhar por dias melhores. Cuidemos de nossos idosos, ajudemos aos que mais precisam - diz trecho da carta publicada.

Além da suspensão de todas atividades no Ninho do Urubu e fechamento da Sede da Gávea, o Flamengo tem utilizado os canais de comunicação para conscientizar a torcida quanto à seriedade da situação vivida neste momento.



Nesta quinta-feira, às 21h, será transmitido um programa na "FlaTV", canal oficial do clube no Youtube, sobre a prevenção do coronavírus, por exemplo.

E MAIS:
Leia, na íntegra, a carta do presidente Rodolfo Landim à torcida do Flamengo:

"O Brasil e o mundo encontram-se mergulhados em uma crise sem precedentes. A ameaça trazida pelo Covid-19 à Saúde Pública está forçando países, estados e cidades a fecharem as suas fronteiras, e a população em geral a modificar os seus hábitos, restringir sua circulação e repensar sua forma de viver.

Mesmo assim, sabemos que as perdas virão sob as mais diferentes formas.

Neste momento sombrio, queria convidar a nossa grande Nação Rubro-Negra a renovar a esperança e trabalhar por dias melhores.

Cuidemos de nossos idosos, ajudemos aos que mais precisam.

Não se trata apenas de cada um de nós, mas do bem-estar coletivo.

Juntos, com a mesma esperança que nos mantêm torcendo, mesmo nos momentos mais complicados dos jogos.

Juntos, com a mesma garra capaz de empurrar nossos atletas e virar os jogos quando as vitórias parecem improváveis .

Serão tempos difíceis, mas se cada um de nós fizer a sua parte, seguindo as orientações das autoridades e nos ajudando uns aos outros, unidos daremos a volta por cima.

Como bem diz nosso hino, vamos vencer, vencer, vencer mais este desafio.

Tudo mais pode esperar.

Saudações rubro-negras,"


Facebook Lance Twitter Lance