Arão descarta Fla x Flu tranquilo após vaga na semi: 'Sabemos do peso'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Arão descarta Fla x Flu tranquilo após vaga na semi: 'Sabemos do peso'

Coletiva Willian Arão - Flamengo
Arão vem sendo titular desde o fim da última temporada (Alexandre Vidal / Flamengo)
LANCE! - 21/03/2019 - 16:37
Rio de Janeiro (RJ)
O Flamengo encara o Fluminense neste domingo já com vaga garantida na semifinal do Campeonato Carioca. Porém, o volante Willian Arão garante que a classificação antecipada não muda em nada o ânimo do time rubro-negro para o clássico. O camisa 5 afirma que o elenco está pensando jogo a jogo e ressalta o peso de uma vitória contra o rival tricolor.

- A gente vem encarado todos os jogos da mesma forma, com aquilo que temos de melhor, com aquilo que podemos fazer nos dias que antecedem a partida. Tivemos uma folga (na quarta-feira, após a vitória sobre o Madureira), mas hoje já começou, com muito trabalho na academia e depois campo para que possamos fazer grande partida no domingo - disse ele, que completou:

- A gente não tira por este fato de já estar classificado. Temos estratégias para cada jogo. Naquele jogo (semifinal da Taça Guanabara), adotamos uma que vinha funcionando bem. Tomamos um gol no final, mas, sem dúvida, se Abel achar por bem adotar outra estratégia é o que vamos acatar. Mas não pensamos com mais tranquilidade. É clássico, sabemos da importância. Mesmo já na semifinal, sabemos do peso de um Fla x Flu, da gradeza desse jogo, e vamos nos preparar da melhor forma para fazer um grande jogo.



E MAIS:
Veja outros tópicos da coletiva

Semifinal da Taça Guanabara


Todo jogo a gente aprende. Com vitória, derrota ou empate, cada jogo conta uma história, Sabemos aquilo que fizemos de errado, aquilo que poderíamos ter feito diferente. E digo dentro da proposta estratégia. Muito se bateu no Abel, mas nós, jogadores, poderíamos ter feito partida diferente. Nos cobramos depois o que poderíamos fazer diferente. Vamos nos preparar dentro daquilo que podemos fazer de melhor.

Preparação para Carioca e Libertadores

Acho que temos uma equipe técnica de qualidade, que se programa para isso, que, com certeza, já está vendo as possibilidades de uma semana mais curta. Mas nós, jogadores, não pensamos lá na frente. Estamos pensando jogo apos jogo. Não adianta vencer na Libertadores e perder o Carioca porque sabemos que, no Flamengo, as coisas mudam muito rapidamente. Sabemos da importância do próximo jogo. Agora, o próximo é um clássico. Não sei quem Abel vai colocar em campo, mas quem colocar vai dar o melhor. Temos evoluído como equipe e individualmente. Queremos continuar evoluindo, minimizando os erros para quando chegar nos jogos decisivos possamos estar no nosso melhor nível. Queremos continuar pensando na próxima partida.

Momento no time

Estou feliz com meu rendimento. Me cobro muito, analiso minhas partidas. Tendo sempre estar melhorando porque sei que posso dar mais como jogador. Quero continuar evoluindo e ajudando minha equipe.

Momento do setor defensivo

A respeito dos jogadores defensivos, estamos evoluindo como time, isso passa pelo setor defensivo, bola aérea, posicionamento... Temos de estar atento para corrigir. Essa é a evolução que buscamos como equipe.

Fase do Gabigol

A gente fica feliz. Sabemos que é um goleador, que pode decidir uma partida a qualquer momento. Sabemos da qualidade dele. Ficamos felizes e esperamos continuar contribuindo para ele ter mais chances e fazer mais gols. Ele é nosso centroavante e, mesmo na partida que não marca, nos ajuda muito. Não é um cara egoísta.

Primeiro Fla x Flu foi após a tragédia no Ninho

Acho que é humanamente impossível que nós, jogadores, não sentirmos o que aconteceu. (Jogo) Foi seis dias depois. Quando entramos em campo, o clima, o dia a dia... Humanamente impossível... Tentamos nos preparar da melhor forma possível, mas somos seres humanos. Obviamente afetou. Não estamos colocando desculpa para a derrota, mas é outro clima, preparação e mentalidade.

Juan

Fico muito feliz. Para mim, é um honra estar jogando ao lado dele. Tento aproveitar todo o momento que tenho com ele para falar sobre futebol, brincar, saber das experiências. Ele é um ser humano fantástico. Um cara de 40 anos superou a pior lesão da carreira e voltou. Que possamos seguir o exemplo dele. Eu, com certeza, venho tirando muitas lições no dia a dia com ele.

Facebook Lance Twitter Lance