Antes de inspeção, representante do Governo fala em 'condições subumanas' no CT, mas volta atrás
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Antes de inspeção, representante do Governo fala em 'condições subumanas' no CT, mas volta atrás

Incêndio Ninho do Urubu
Incêndio atingiu o Ninho do Urubu na última sexta e vitimou 10 atletas do Flamengo (Foto: Reprodução/TV Globo)
LANCE! - 11/02/2019 - 12:35
Rio de Janeiro (RJ)
Na manhã desta segunda-feira, o Centro de Treinamento George Helal, o Ninho do Urubu, foi inspecionado pelo Conselho Estadual de Defesa da Criança e do Adolescente (CEDCA/RJ) por conta do incêndio que atingiu o alojamento das divisões de base, vitimando 10 atletas e deixando três feridos.

Antes mesmo de realizar a inspeção, Márcia Gatto, presidente da mesa diretora do Conselho, citou "condições subumanas". Contudo voltou atrás logo depois.

- O que aconteceu tem responsável. Os meninos estavam em condições subumanas, em containers. A gente sabe de acordo com tudo que foi mostrado, não apenas pelas irregularidades. Temos o dever de acompanhar tudo que envolve a criança e adolescente - afirmou Márcia Gatto, antes de entrar no Ninho do Urubu, que voltou atrás ao ser perguntada como poderia apontar tais condições antes mesmo da inspeção:

- Acho que eu me precipitei. Peço desculpas. Vamos entrar para ver como é. Devíamos até ter vindo antes.

Foi a primeira vez que um representante do CEDCA/RJ esteve no Centro de Treinamento, que conta com a Certidão Anual de Regularidade do Conselho Municipal dos Diretos da Criança e Adolescente, documento apresentado pelo Flamengo no último sábado. Questionada sobre esse fato, Márcia Gatto apenas respondeu que são órgãos independentes.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance