Alisson e a importância de um título mundial de clubes
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Alisson e a importância de um título mundial de clubes

Alisson - Monterrey x Liverpool
Alisson pode levar o Liverpool a conquistar o primeiro Mundial de Clubes (Giuseppe CACACE / AFP
CARLOS ALBERTO VIEIRA - 20/12/2019 - 11:35
Doha (QAT)
Nesta sexta-feira, no Khalifa Stadium, em Doha,  o goleiro Alisson abriu a tarde de entrevistas oficiais da final entre Flamengo e Liverpool.  Com o tradicional jeitão tranquilo, o goleiro do Reds revezou as respostas em inglês e português. Comentou que tem no lateral flamenguista  Filipe Luis um grande amigo no futebol e que sempre troca com ele mensagens pelo whatsApp, assim como faz com outro rubro-negro, Gerson, seu ex-companheiro na Itália.

Para a imprensa britânica, o melhor goleiro de 2019  pela Fifa e pela France Football usou o seu exemplo para ilustrar o quanto é importante para um brasileiro a conquista de um Mundial de Clubes.

- Quando eu era um garoto, estava na base do Internacional e o meu time ganhou o Mundial de 2006. Desde aquela época sempre me encantou a chance de um dia ganhar este torneio. Por isso, estou desfrutando deste momento especial.

Num determinado momento do papo, a imprensa inglesa voltou a perguntar sobre o real interesse do Mundial para o clube inglês, campeão europeu e totalmente voltado para a conquista da Liga Nacional (o Liverpool não vence o Inglês desde 1990 e isso significa que jamais levou a competição desde que ela se tornou, de fato, a atual Premier League). Alisson respondeu:

- É importante para os jogadores de todos os times que aqui participam. Quem está de fora pode não achar, mas não é o nosso caso no Liverpool. Queremos incluir nosso nome na história do clube, que nunca ganhou o Mundial. Fazemos um grande trabalho para isso. Tem também o interesse dos fãs. Temos muitos torcendo por nós aqui, o Flamengo tem mais de dez mil. Esse torneio é grande.

O goleiro lembra que o Flamengo tornou-se uma grande força em 2019 e que tem todo o respeito do Reds, que não se vê como favorito para o jogo deste sábado.

- Estou sempre acompanhando o futebol brasileiro. O Flamengo venceu a Série A, que é muito difícil. Também venceu o River Plate na final da Libertadores jogando muito bem. Merece o nosso respeito nesta final.  Contra o Monterrey  não jogamos a nossa melhor partida. Vamos ter de fazer muito melhor se quisermos superá-lo.  Já conversamos bastante sobre isso - disse Alisson, finalizando a entrevista com uma convicção:

- Todos verão um belo espetáculo, um jogo de equipes acostumadas a grandes finais.








Facebook Lance Twitter Lance