No sufoco, Cruzeiro empata com o São Raimundo-RR e avança para a segunda fase da Copa do Brasil
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

No sufoco, Cruzeiro empata com o São Raimundo-RR e avança para a segunda fase da Copa do Brasil

São Raimundo x Cruzeiro - Comemoração
A comemoração da Raposa valeu pela conquista da vaga, pois o futebol não foi de boa qualidade-(Foto: Reprodução)
Valinor Conteúdo - 13/02/2020 - 22:31
Belo Horizonte
O Cruzeiro cumpriu o que se esperava dele e passou da primeira fase da Copa do Brasil ao eliminar o São Raimundo-RR, nesta quinta-feira, 13 de fevereiro. O maior campeão do mata-mata nacional, porém, não teve vida fácil , conseguindo a vaga na segunda fase graças à força do regulamento, que permitiu que o empate por 2 a 2, gols de Veracruz e Stanley para o time de Roraima, com Edu e Alexandre Jesus marcando para a Raposa, garantisse a permanência na competição.

O jogo aconteceu no Estádio Canarinho, em Boa Vista, que era para ter ficado pronto e servir de apoio para a Copa do Mundo de 2014, mas foi inaugurado justamente no duelo entre mineiros e roraimenses. E, mesmo assim, o local ainda não está totalmente pronto, com vários ajustes a serem feitos, inclusive o gramado, que não tinha as melhores condições de jogo.

A falta de conhecimento do campo e o gramado ruim, fizeram o jogo se tornar mais complicado do que se esperava para a Raposa. Além da compreensível empolgação do São Raimundo, o time mineiro estava visivelmente desconcentrado e pouco organizado em campo.



Como o São Raimundo não tinha nada a ver com isso, foi para cima da Raposa e além dos gols, teve algumas outras boas chances de marcar e conseguir uma histórica classificação diante de um gigante do futebol brasileiro.

O confronto vai ser uma lição importante para o Cruzeiro, que ainda está sendo testado com sua jovem equipe, para os duelos futuros no Estadual e principalmente na Série B. O elenco precisa ser reforçado para dar mais suporte aos garotos.

O time celeste vai fazer um confronto mineiro na segunda fase da Copa do Brasil, contra o Boa Esporte, em Varginha, ainda sem data definida.

São Raimundo em alta rotação

O time de Roraima não tinha nada a perder e foi para cima da Raposa, mas de forma organizada, sem afobação. E o “Mundão” conseguiu dar trabalho para a defesa celeste.

Cruzeiro sem força ofensiva

A Raposa, se pudesse, ficaria tocando bola até o fim do jogo para terminar empatado e voltar para casa. Mas, se esqueceu que o São Raimundo estava empolgado e queria ser uma surpresa em seu estádio, inaugurado para este duelo.

Surpresa no norte...Gol do São Raimundo

Em um lance que houve impedimento do ataque do São Raimundo, aliado a uma falha de marcação do Cruzeiro, o zagueiro Veracruz desviou para dentro do gol. Festa no Estádio Canarinho.

Raposa tenta reagir

A noite não estava muito boa para o Cruzeiro. O time mineiro era apático e foi pressionado em vários momentos pelo São Raimundo. Maurício não estava em boa noite e Roberson, ao perder dois gols , mostrou porque não é um artilheiro.

Empate celeste

Em uma disputa na área, o volante Edu, que é zagueiro e foi improvisado no meio de campo, ganhou a jogada do defensor, chutou e marcou para empatar o jogo. Alívio azul.

Ão, ão,ão, segunda divisão

Mesmo o São Raimundo disputando a Série D do Brasileiro, o torcedor de Boa Vista não perdeu a chance de zoar a Raposa, entoando o grito de segunda divisão para o estreante da Série B 2020.

Virada azul

O atacante Alexandre Jesus deu a sensação que o jogo ficaria fácil para a Raposa, ao virar o confronto aos quatro minutos da etapa final. Gol do Cruzeiro e tranquilidade…


E MAIS:
Nada de tranquilidade...Empate do “Mundão”

A falta de força ofensiva, mais a incompetência de Roberson, que finaliza muito mal, permitiu que o São Raimundo se animasse e conseguisse o improvável: o gol de empate. Stanley entrou aos 18 minutos e aos 21 deixou tudo igual.

“Mundão” em cima da Raposa

O time de Roraima não se intimidou e foi para cima do rival famoso. E, teve boas chances de gol. Com a expulsão de Edu, Adílson Batista recuou o Cruzeiro para garantir o resultado.

Time celeste em apuros

O Cruzeiro passou de fase pela força do regulamento, pois se o jogo fosse para a disputa de pênaltis, a chance de um vexame era grande. A vaga veio no sufoco e o teste para e meninada foi mais tenso do que se pensava.

Agenda da Raposa

O time celeste volta a campo no domingo, 16 de fevereiro, às 19h, contra o Patrocinense, pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. Na Copa do Brasil, a Raposa vai encarar o Boa Esporte, em duelo mineiro, sem data definida. O Cruzeiro levou R$ 1,3 milhão pela classificação, o que vai reforçar o caixa do clube. 

FICHA TÉCNICA

SÃO RAIMUNDO-RR 2 X 2 CRUZEIRO
Data-hora: 13 de fevereiro de 2020, às 21h30(De Brasília)
Estádio: Canarinho, Boa Vista(RR)
Árbitro:Alexandre Vargas Tavares de Jesus(RJ)
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Diogo Carvalho Silva(RJ)
Cartões amarelos: Éder, Juca Maranhão, Alex, Igor Felipe(SÃO), Edílson, Edu(CRU)
Cartões vermelhos: Edu(CRU)
Público e renda: não divulgados
Gols: Veracruz, aos 25’-1ºT(1-0), Edu, aos 33’-1ºT(1-1), Alexandre Jesus, aos 4’-2ºT(1-2), Stanley, aos 21’-2ºT(2-2)

SÃO RAIMUNDO-RR: Éder, Alex, Veracruz, Alan Caruaru e Bruno Maia. Juca Maranhão(Igor Felipe, aos 5’-2ºT), Belão(Klebinho, aos 36’-2ºT), Emerson, Ygor, Marcos Felipe e Vanilson(Stanley, aos 18’-2ºT). Técnico: Chiquinho Viana

CRUZEIRO: Fábio; Edilson, Cacá, Léo e João Lucas; Adriano, Edu e Mauricio(Arthur, aos 26’-2ºT); Jhonata Robert(Judivan-intervalo(Pedro Bicalho, aos 26’-2ºT), Alexandre Jesus e Roberson Técnico: Adilson Batista.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance