Jean elogia jovens e a força do Cruzeiro: 'grandeza fora do normal'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jean elogia jovens e a força do Cruzeiro: 'grandeza fora do normal'

Jean brincou que muitas propostas chegarão à Raposa pelos garotos da equipe
Jean brincou que muitas propostas chegarão à Raposa pelos garotos da equipe-(Bruno Haddad;Cruzeiro)
Valinor Conteúdo - 06/03/2020 - 16:25
Belo Horizonte
O volante Jean, emprestado pelo Palmeiras ao Cruzeiro, foi apresentado nesta sexta-feira, 6 de março, na Toca da Raposa como o sétimo reforço da equipe celeste. O jogador chegou com muita disposição e diz que quer estar pelo menos no vestiário do time no clássico diante do Atlético, neste sábado,6, às, 19h, no Mineirão.

Apesar de estar liberado no BID, da CBF, Jean, não deve ter condições físicas para estar em campo no duelo contra o Galo.

-Me sinto bem fisicamente, talvez não para 90, 95 minutos, mas gosto de jogar todos os jogos. Já vinha trabalhando. Não fiquei parado. Me sinto bem. Claro que treino é treino, jogo é jogo, mas quero estar presente, nem que seja no vestiário. Atmosfera de clássico é diferente. Quero estar lá com os companheiros, todo mundo, para passar energia positiva. Se possível for, ajudar dentro de campo- disse.

Mesmo liberado, Jean sabe que ainda pode não ser o momento certo de enrar na equipe, pois houve toda uma preparação durante a semana para o maior jogo de Minas.

-Por mim, posso entrar hoje para o jogo amanhã. Mas não é assim que funciona. Tem todo um conjunto. É grupo, conjunto, não adianta ser levado pela emoção, porque aí podemos errar. Vamos analisar, vamos ver os resultados nos treinamentos. Por mais que não dê tempo de atuar, quero sair com o grupo da Toca, estar no vestiário e viver essa atmosfera, viver essa experiência- explicou.


E MAIS:
O volante Jean, emprestado pelo Palmeiras ao Cruzeiro, foi apresentado nesta sexta-feira, 6 de março, na Toca da Raposa como o sétimo reforço da equipe celeste. O jogador chegou com muita disposição e diz que quer estar pelo menos no vestiário do time no clássico diante do Atlético, neste sábado,6, às, 19h, no Mineirão.

-Eu tive oportunidade de trabalhar em clubes que hoje estão na Série A, até agradeço, mas não tem como negar que a grandeza do Cruzeiro é fora do normal. Com todo respeito que tenho aos clubes da Série B, mas o Cruzeiro é time de Série A. É grande demais. Estou aqui para ajudar na reconstrução pela valorização que o clube tem me dado-disse sobre os motivos do acerto.

Apesar de estar liberado no BID, da CBF, Jean, não deve ter condições físicas para estar em campo no duelo contra o Galo.

-Me sinto bem fisicamente, talvez não para 90, 95 minutos, mas gosto de jogar todos os jogos. Já vinha trabalhando. Não fiquei parado. Me sinto bem. Claro que treino é treino, jogo é jogo, mas quero estar presente, nem que seja no vestiário. Atmosfera de clássico é diferente. Quero estar lá com os companheiros, todo mundo, para passar energia positiva. Se possível for, ajudar dentro de campo- disse.



E MAIS:
Mesmo liberado, Jean sabe que ainda pode não ser o momento certo de enrar na equipe, pois houve toda uma preparação durante a semana para o maior jogo de Minas.

-Por mim, posso entrar hoje para o jogo amanhã. Mas não é assim que funciona. Tem todo um conjunto. É grupo, conjunto, não adianta ser levado pela emoção, porque aí podemos errar. Vamos analisar, vamos ver os resultados nos treinamentos. Por mais que não dê tempo de atuar, quero sair com o grupo da Toca, estar no vestiário e viver essa atmosfera, viver essa experiência- explicou.

Jean chega como uma voz de experiência no elenco para ajudar os mais novos do time. Todavia, ele teceu elogios aos meninos da Toca, dizendo que terão muitos interessados no futuro em contar com o trabalho deles.

- Eu vejo que os meninos estão bem adaptados, como é o caso do Maurício, do Jadsom, do Welinton, atacante, não sei se fez a base aqui, mas é um menino muito bom, rápido, que ajuda. Tem o próprio Cacá, que gosto muito dele também. A gente quer dar suporte a esses meninos, a gente quer segurar eles quando tiver que segurar. Isso, dentro de campo, com certeza faz muita diferença: acelerar, deixar eles voarem na hora que tem que ser, colocar um padrão, conversar bastante questão de posicionamento-disse, para em seguida falar de futuras propostas pelos jovens.

-Pelo pouco que vi, tenho certeza que vão dar muito certo aqui, que vão estourar e o Cruzeiro pode se preparar que vão chegar grandes propostas para estes meninos- completou o volante que tem contrato de uma temporada com a Raposa.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance