Faixas de oposição ao conselho gestor do Cruzeiro são afixadas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Faixas de oposição ao conselho gestor do Cruzeiro são afixadas

As faixas colocadas demonstram que o cenário político ainda está agitado na Raposa
As faixas colocadas demonstram que o cenário político ainda está agitado na Raposa-(Reprodução)
Valinor Conteúdo - 19/03/2020 - 18:41
Belo Horizonte
O cenário político do Cruzeiro continua agitado, mesmo com a saída da antiga diretoria e a chegada do conselho gestor, que cuida do clube de forma provisória.

Nesta quinta-feira, 19 de março, um grupo de opositores não identificados fixou faixas próximas à sede administrativa do clube, mensagens contra o conselho gestor e o presidente interino, José Dalai Rocha.

As faixas pediam a saída de Dalai Rocha, realização de eleições agora, o pleito está marcado para maio. Havia também mensagens citando a torcida celeste que supostamente quer um presidente e "não esse bando de vagabundos que estão aí roubando!".

Foi o segundo dia seguido de protestos. Na quarta-feira, 18 de março, outras faixas foram colocadas para cobrar mudanças no estatuto e antecipação das eleições. Os alvos também foram Sérgio Rodrigues e Emílio Brandi, candidatos a presidência do Cruzeiro.


E MAIS:
Emílio Brandi se defende



Um dos membros do conselho gestor e candidato à presidência da Raposa, o empresário Emílio Brandi, se manifestou em sua conta no Twitter contra os ataques sofridos. Ele disse estar triste e afirmou que seu trabalho no clube é voluntário.

-Muitos avanços já tivemos, com uma grande redução da folha salarial, que está em dia, renegociação das dívidas, início da reforma do Estatuto, transparência, defesa no Profut e negociação dos processos na FIFA. A situação do Cruzeiro ainda é difícil. Mas uma coisa eu digo: as pessoas que fazem este tipo de coisa não pensam no Cruzeiro. Pensam somente no próprio umbigo, obcecadas pelo poder e em tirar mais do clube. Triste demais esse tipo de atitude. O conselho gestor, um grupo de voluntários, chegou ao Cruzeiro quando quase ninguém acreditava que o clube conseguiria se reerguer, tão destruído pelas antigas gestões- postou.

As eleições no Cruzeiro estão marcadas para maior, para um mandato “tampão”, quando o presidente ficará até dezembro, quando haverá novo pleito para o triênio 2021 a 2023.


E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance