Pênalti perdido e gol mal anulado: Cruzeiro e Sport empatam em Recife

Sport e Cruzeiro não conseguiram tirar o zero do placar  (Foto: Rafael Melo/Fotoarena)
Valinor Conteúdo - 08/09/2018 - 19:06
Belo Horzonte

Em tarde de muita polêmica com o gol mal anulado de Barcos e um pênalti perdido por Raniel, o Cruzeiro empatou sua terceira partida seguida no Campeonato Brasileiro por 0 a 0 contra o Sport, na Ilha do Retiro, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O time mineiro está em sétimo lugar, com 33 pontos. Já o Sport deu sequência à péssima campanha pós-Copa do Mundo (uma vitória, dois empates e nove derrotas) e continua na zona de rebaixamento, em 17º, com 24 pontos.

A opção de um time alternativo por parte de Mano Menezes não se mostrou ruim, pois a equipe buscou o jogo, mas não confirmou o favoritismo e a força do elenco estrelado.

Foram seis jogadores considerados reservas na equipe: o lateral-direito Ezequiel, o zagueiro Manoel, o volante Bruno Silva, os meias Mancuello e Rafinha e o atacante Barcos.

O Sport não conseguiu usar suas principais armas, a velocidade de Andrigo e Rogério para municiar o isolado Hernane.

Aos 29 minutos do primeiro tempo, Bruno Silva cabeceou no travessão e Barcos fez o gol no rebote. A arbitragem assinalou impedimento do Pirata de forma errada. Um defensor do Sport quase na linha de fundo dava condição ao atacante.

Na volta para o segundo tempo, reclamaram muito o árbitro da partida Vinícius Gonçalves Dias Araújo, que depois do jogo reconheceu a falha e pediu desculpas aos atletas.

Para piorar o quadro, Raniel foi à linha de fundo e passou rasteiro para David, que acabou derrubado na grande área. Pênalti. Na cobrança, o atacante bateu mal, no canto direito, e Magrão defendeu.

O Cruzeiro volta a campo na quarta-feira, dia 12, contra o Palmeiras, pela semifinal da Copa do Brasil. Na semana seguinte, terá Boca Juniors, em Buenos Aires, pelas quartas de final da Libertadores.

SPORT 0X0 CRUZEIRO

SPORT
Magrão; Ernando (Raul Prata, no intervalo), Ronaldo Alves, Durval e Sander; Marcão, Neto Moura (Jair, no intervalo), Andrigo (Mateus, aos 27min do 2ºT) e Marlone; Rogério e Hernane
Técnico: Eduardo Baptista

CRUZEIRO
Fábio; Ezequiel, Manoel, Leo e Egídio; Bruno Silva e Lucas Silva; Robinho (Raniel, aos 16min do 2ºT), Mancuello e Rafinha (Ederson, aos 33min do 2ºT); Barcos (David, aos 23min do 2ºT)
Técnico: Mano Menezes

Cartões amarelos: Neto Moura, aos 28min do 1ºT. Jair, aos 14min, Ronaldo Alves, aos 36min do 2ºT (SPT); Robinho, aos 40min do 1ºT (CRU)

Estádio: Ilha do Retiro, no Recife-PE

Árbitro: Vinícius Gonçalves Dias Araújo (CBF/SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (CBF/SP) e Rogério Pablos Zanardo (CBF/SP)

Assistentes adicionais: Nielson Nogueira Dias (CBF/PE) e Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (CBF/RN)

Público: 9.525


E MAIS: