Edílson se arrepende de agressão e Nico López aceita desculpas
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Edílson se arrepende de agressão e Nico López aceita desculpas

Internacional x Cruzeiro
Edílson foi o personagem negativo do duelo entre Raposa e Colorado-(Foto: Divulgação/ Twitter)
Valinor Conteúdo - 13/05/2019 - 15:43
Belo Horizonte
O episódio envolvendo o lateral-direito Edílson e o atacante Nico López, no jogo entre Internacional e Cruzeiro, em Porto Alegre, ainda repercute. Dentro de campo, o Colorado venceu a Raposa por 3 a 1.

A confusão se iniciou quando Edilson deu uma cotovelada em Nico e foi expulso. O atacante uruguaio se revoltou com a jogada e partiu para o revide no cruzeirense mesmo após o apito final do árbitro. Por sorte, a briga foi evitada.

Edilson reviu o lance e disse que se arrependeu da atitude e pediu desculpas a Nico López. A ponte para que os dois jogadores se falassem foi feita por Rafael Sobis, que foi colega de time do lateral no Cruzeiro até o fim do 2018 e que defende o Internacional atualmente.


E MAIS:
- Triste pelo episódio. Vendo agora com calma, fico profundamente arrependido. Já pedi o telefone do Nico para o Sobis e, certamente, tentarei contato com ele o mais rápido possível. Pois não posso deixar isso acontecer sem me explicar e pedir desculpas para ele-disse o lateral.

Nico López aceitou o pedido de desculpas do lateral cruzeirense após declarações públicas de arrependimento do jogador a Raposa.


A atitude de Edílson pegou mal com o técnico Mano Menezes, que reprovou a atitude do lateral.

- Nós nunca aprovamos agressividade fora das regras do futebol. Ele (Edilson), como jogador, sabe, que, quando você ultrapassa o limite, você está errado, e tem que tomar o cartão vermelho como ele tomou. Foi o que eu disse aos jogadores do Internacional, foi o que eu disse ao Odair: a confusão poderia ter sido evitada, porque o Edilson estava errado, foi expulso, e tem que sair, não tem discussão. Talvez nós não precisássemos ter terminado o jogo assim, foi um jogo bonito, bem jogado, sem outras coisas no jogo para terminar numa confusão. Mas é lógico que essas questões não fazem parte daquilo que a gente gosta, não tem a minha aprovação, não tem aprovação de ninguém dentro do Cruzeiro. A questão técnica. A questão técnica o treinador está aí para resolver.






E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance