Dedé 'aparece', está em Volta Redonda, e diz que irá se pronunciar sobre a sua ausência no Cruzeiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Dedé 'aparece', está em Volta Redonda, e diz que irá se pronunciar sobre a sua ausência no Cruzeiro

Dedé não pôde jogar na estreia da Libertadores pela expulsão na edição de 2018, contra o Boca Juniores, nas quartas de final
Dedé  continua em litígio com o Cruzeiro e não se apresentou ao clube mineiro após tentar ida para a China-(Vinnicius Silva/Cruzeiro)
João Vítor Castanheira Valinor Conteúdo - 06/02/2020 - 13:50
Belo Horizonte e Rio de Janeiro
Parte do mistério do sumiço do zagueiro Dedé, que deveria ter se apresentado ao Cruzeiro esta semana após a ida para o futebol chinês fracassar está solucionado. A reportagem apurou que o jogador está em Volta Redonda, sua terra natal, no Estado do Rio de Janeiro, sem contatar o clube mineiro.

A assessoria do jogador informa que deve haver um pronunciamento em breve sobre a situação do zagueiro, que não conseguiu transferência para a China e não aparece na Toca da Raposa há três dias.

Além do mercado chinês, Dedé recebeu sondagens de Flamengo e Palmeiras, mas não houve propostas. Jogador sofre com um desgaste no joelho muito operado ao longo dos anos, o que pode diminuir a procura pelo seu futebol, devido ao histórico de lesões.


E MAIS:
Dedé já havia dito que não deseja ficar no Cruzeiro, sem aceitar a redução salarial proposta pelo clube, ou ainda negociar os atrasados devidos pela Raposa, entre eles salários, direitos de imagem e trabalhistas.

A quase ida para a China seria a solução mais objetiva para ambos os lados, mas com a falha no negócio, Dedé continua sem definir seu destino no Cruzeiro e fora dele, visto que está ficando sem opções já que o mercado externo está fechando a janela e o interno, salvo algumas exceções, não reúnem condições financeiras para arcar com o investimento no defensor, de 31 anos e salários perto dos R$ 700 mil mensais.

Dedé está em desgaste com o Cruzeiro e sua torcida antes mesmo da queda do time para a segunda divisão, quando um grupo de torcedores de uma organizada invadiu uma festa de sua esposa. Em um vídeo, que circulou na internet, o zagueiro recém operado do joelho é visto dando saltos no ar, gerando revolta nos torcedores.

Após a queda, Dedé manifestou o desejo de não seguir na Toca da Raposa, mas como ainda possui contrato até o fim de 2021, segue funcionário do clube, apesar de não ter chegado a um acordo. O defensor, por enquanto, não acionou a Justiça para deixar a Raposa como fizeram outros colegas de time como Thiago Neves, Éderson, Fabrício Bruno e David.




E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance