Ceni recebe o carinho de parte do elenco da Raposa e diz que o time celeste vai superar o mau momento
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Ceni recebe o carinho de parte do elenco da Raposa e diz que o time celeste vai superar o mau momento

Rogério Ceni - Cruzeiro
Ceni teve recepção tímida dos jogadores  e da torcida cruzeirense no reencontro no Mineirão- (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Valinor Conteúdo - 27/10/2019 - 07:00
Belo Horizonte
No reencontro entre Rogério Ceni e Cruzeiro, a recepção foi menos tensa do que se desenhou durante a semana que antecedeu o jogo entre Raposa e o Fortaleza, neste sábado, 26, no Mineirão, empate por 1 a 1.

Antes da partida começar a maioria do elenco de jogadores cruzeirenses fizeram questão de cumprimentar o ex-chefe, entre eles nomes de peso da equipe como Fábio, David, Henrique, e jogadores do banco de reservas. Ceni falou da forma carinhosa que fora recebido em Minas.

- Para mim, é sempre um prazer jogar aqui no Mineirão. A torcida vem apoiando o Cruzeiro. Especial rever tantos amigos que deixei aqui. Sei do carinho deles. Quando você sai com consciência tranquila e coração tranquilo, é bom jogar aqui-disse.


E MAIS:
Rogério também foi bem quisto por funcionários da Raposa que o viam nos corredores do estádio, mostrando que deixou boa impressão. Alguns torcedores gritaram o seu nome, mas como o tempo de Ceni em BH foi pequeno, não deu tempo para criar um vínculo maior, apesar do respeito pelo técnico ser evidente.

Somente Egídio, Thiago Neves, Robinho e Fred evitaram o contato com o treinador do Leão do Pici, além de Edílson, que estava no banco de reservas.

O clima do jogo não teve qualquer influência direta da relação do ex-treinador cm o Cruzeiro, pois a tensão da partida estava justamente no desempenho errante da Raposa, que perdeu uma grande chance em casa de conseguir sair da zona do rebaixamento. Rogério foi cortês e disse que não acredita em rebaixamento do time mineiro.

- Acho que o Cruzeiro vai sair dessa situação. O time do Cruzeiro é de muita qualidade técnica, um time vitorioso. Todos no Fortaleza estão tendo muito coração e muita alma. Sou muito grato ao elenco - concluiu.

Rogério Ceni ficou no cruzeiro 47 dias, dirigindo o time em oito jogos, conseguindo 33% de aproveitamento, duas vitórias, dois empates e quatro derrotas. Sua saída de deveu ao desgaste com parte do elenco estrelado, entre eles Thiago Neves e Edílson, que foram alvos diretos de críticas do treinador.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance