Fim da linha: Cruzeiro cede à pressão do vestiário e demite Rogério Ceni
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Fim da linha: Cruzeiro cede à pressão do vestiário e demite Rogério Ceni

Rogério Ceni - Cruzeiro
Rogério Ceni não é mais treinador do Cruzeiro (Foto: Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Valinor Conteúdo - 26/09/2019 - 18:22
Belo Horizonte
Rogério Ceni não é mais treinador do Cruzeiro. Após ficar apenas 44 dias no cargo e comandar o time em oito partidas, o técnico deixa a Raposa, que se afunda ainda mais em sua crise dentro de campo, na luta contra o rebaixamento.

Ceni não resistiu à pressão do vestiário, que se voltou contra o técnico por divergir dos jogadores veteranos do elenco, principalmente Thiago Neves, que virou símbolo de atrito com Rogério desde a sua chegada à Toca da Raposa.

A precipitação da queda de Rogério Ceni foi o embate direto do treinador com os veteranos do elenco. Além de Neves, Dedé e Edilson também tiveram problemas com o técnico, que tentava trazer uma nova forma de jogar para o time, atualmente colado na zona do rebaixamento, precisando vencer em sequência para se afastar da degola.

Ato final da “fritura” de Ceni

Depois de divergir de Thiago Neves, que o criticou publicamente, Rogério Ceni recebeu sua sentença de saída do Cruzeiro após o empate com o Ceará, em 0 a 0, na Arena Castelão. Dedé pediu a palavra no vestiário e exigiu que treinador desse mais atenção e recuperasse o camisa 10, por ser importante para o elenco e decisivo em outras ocasiões. 


E MAIS:
O ato de Dedé deixou Rogério contrariado, tanto que ele saiu do vestiário sozinho, deixando o restante do grupo no local. Ele tentou contemporizar, mas a situação ficava insustentável a ponto de Itair Machado, vice de futebol da Raposa, pedir para que Ceni se demitisse, assim evitaria o pagamento da multa por parte do Cruzeiro.

Com a saída do treinador, abre-se nova busca por um comandante que consiga erguer o desempenho do time e ainda tenha força e peso para controlar o vestiário, recheado de medalhões.

Desempenho de Ceni 

Foram oito jogos do treinador na Raposa, com duas vitórias, dois empates e quatro derrotas. Um aproveitamento de 33% dos pontos conquistados. Confira os jogos comandados por Rogério Ceni no Cruzeiro.

Cruzeiro 2 x 0 Santos – Campeonato Brasileiro
CSA 1 x 1 Cruzeiro – Campeonato Brasileiro
Cruzeiro 1 x 0 Vasco – Campeonato Brasileiro
Internacional 3 x 0 Cruzeiro – Copa do Brasil
Cruzeiro 1 x 4 Grêmio – Campeonato Brasileiro
Palmeiras 1 x 0 Cruzeiro – Campeonato Brasileiro
Cruzeiro 1 x 2 Flamengo – Campeonato Brasileiro
Ceará 0 x 0 Cruzeiro – Campeonato Brasileiro



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance