Cruzeiro age rápido e Rogério Ceni será o seu novo treinador
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Cruzeiro age rápido e Rogério Ceni será o seu novo treinador

Rogério Ceni
Ceni é esperado no início da semana para ser apresentado na Raposa- (Foto: Bruno Ulivieri/O Fotográfico)
Valinor Conteúdo - 11/08/2019 - 12:14
Belo Horizonte
O Cruzeiro agiu rápido e encaminhou um acerto com Rogério Ceni para ser o seu novo treinador. O ex-goleiro já se despediu do elenco do Fortaleza, na manhã deste domingo(11), e está sendo aguardado para a apresentação oficial do técnico, de 46 anos.

A Raposa fará o anúncio oficial nas próximas horas e o acordo entre as partes terá duração até o fim de 2020. Rogério vai substituir Mano Menezes, que deixou o cargo na última quarta-feira(7),após a derrota por 1 a 0 diante do Internacional, pela Copa do Brasil, encerrando um ciclo de trabalho com três anos seguidos.

Rogério Ceni não vai comandar o Fortaleza contra o CSA, nesta segunda-feira(12), pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. A despedida de Ceni foi informada pela assessoria do Leão da Pici.




E MAIS:
Ceni surgiu como opção pouco depois da diretoria do Cruzeiro ter feito contato com Dorival Júnior, que está sem clube. De opção complicada, por estar empregado, Ceni negociou rapidamente e virou a principal opção do time celeste, culminando na sua contratação, pouco menos de uma semana após a saída de Mano.

Bom trabalho no Fortaleza

Rogério Ceni estava no Fortaleza desde novembro de 2017, iniciando um projeto que o trouxe de volta aos holofotes do futebol brasileiro depois de início turbulento no São Paulo como técnico da equipe principal, em 2017. Rogério jogou mais de mil jogos e é ídolo do Tricolor Paulista, mas sofreu muita pressão como treinador e acabou demitido.

No São Paulo, foram apenas 37 jogos, com com 14 vitórias, 13 empates e dez derrotas. Pelo clube do Morumbi, Ceni esteve 1237 vezes em campo, marcando 131 gols, sendo o maior goleiro artilheiro da história do futebol mundial.
Pelo Fortaleza, conquistou a Série B de 2018, o Campeonato Cearense e a Copa do Nordeste, em 2019. Nos 636 dias à frente do time cearense, teve 60% de aproveitamento, com 94 partidas, sendo 51 vitórias, 18 empates e 25 derrotas.

Antes de fechar com a Raposa, Rogério Ceni esteve na mira do Atlético-MG, pouco depois que o Galo demitiu Levir Culpi, mas preferiu seguir no Fortaleza. Agora, o ex-goleiro estará no futebol mineiro, no Cruzeiro, reencontrando Fábio, um dos goleiros que mais sofreu gols de Ceni, quando ainda jogava pelo Tricolor. 



Facebook Lance Twitter Lance