Administração do futebol no Coritiba passa por grande mudança
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Administração do futebol no Coritiba passa por grande mudança

Centro de Treinamento Bayard Osna, do Coritiba, também conhecido como CT da Graciosa
Centro de Treinamento do Coritiba (Divulgação/Coritiba)
Futebol Latino - 13/01/2021 - 15:39
Curitiba (PR)
Em meio a campanha bastante ruim no Brasileirão e iniciando uma nova gestão sob o comando do presidente Renato Follador, o Coritiba tem feito uma verdadeira "revolução" não apenas de nomes, mas também na forma de administrar o futebol do clube.

Agora, ao invés de existir uma figura centralizadora de decisões relacionadas ao futebol como era o caso de Paulo Pelaipe, a ideia é fazer uma divisão de trabalhos concentrada em três nomes: Paulo Thomaz de Aquino, Rodrigo Pignataro e Thiago Gasparino.



Dos citados, o único que já conhece bem os bastidores do Coxa é Paulo Thomaz. Na época em que Vilson Ribeiro de Andrade era o presidente do clube, entre 2014 e 2017, Paulo foi o seu vice-presidente. Agora, a ideia é novamente dar um cargo de maior foco na parte administrativa com a gerência de preparação esportiva.

Os outros dois nomes citados chegam com a expertise de terem realizado bons trabalhos no que se refere a observação e captação de novos talentos além de todo o processo de formação de atletas. Enquanto Pignataro tem larga experiência no período mais bem sucedido da história da Chapecoense, Gasparino acumulou seus conhecimentos usando a estrutura justamente do grande rival, o Athletico.

Apesar dessas medidas, existirá uma figura de ligação entre os executivos citados e a área da presidência que ficará sob a tutela do CEO José Carlos Brunoro. Algo que, segundo informação do portal 'ge', se traduzirá em atuação tanto gerencial como também em decisões práticas que envolvam o futebol. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance