Em súmula, árbitro diz que expulsou Cássio por ser chamado de 'babaca'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Em súmula, árbitro diz que expulsou Cássio por ser chamado de 'babaca'

Cássio - Corinthians x Bahia
Cássio foi expulso após o apito final na derrota por 2 a 1 para o Ceará (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
LANCE! - 12/10/2020 - 12:36
São Paulo (SP)
O Corinthians foi derrotado por 2 a 1 pelo Ceará, na Arena Castelão, na noite do último domingo, pela 15ª rodada do Brasileirão-2020, mas não foi somente a partida que o time perdeu. Cássio foi expulso após o apito final por reclamação com o árbitro Anderson Daronco, que justificou o cartão vermelho na súmula por ter sido chamado de "babaca" pelo goleiro corintiano.

A reclamação de Cássio se deu por conta de pênalti que cometeu no fim do jogo e que acabou decretando a vitória do Vozão. No lance, o arqueiro tentou sair jogando e perdeu a bola dentro da área, quando foi se levantar, acabou derrubando Kelvyn, involuntariamente ou não, e a infração acabou sendo marcada perto dos 45 minutos. Daronco nem precisou checar a jogada no VAR.


Quando o duelo terminou, Cássio se dirigiu diretamente ao centro do campo, onde estava o árbitro e seu trio. Nervoso, o goleiro precisou ser contido pelos companheiros, e por conta de sua reclamação acabou levando o cartão vermelho direto. Na súmula, Daronco explicou a expulsão por ter sido chamado de "babaca" pelo camisa 12 alvinegro. Veja o texto do documento:

- Expulsei diretamente após o término da partida o atleta nº 12, Sr. Cássio Ramos, da equipe do Corinthians, por vir até minha direção e me ofender com as seguintes palavras "tu disse que iam revisar o lance seu babaca". Nesse momento o atleta foi contido por membros da sua equipe e dirigiu-se para fora do campo de jogo - escreveu Daronco no documento publicado pela CBF.

Dessa forma, Cássio desfalca o Corinthians na partida desta quarta-feira, contra o Athletico-PR, na Arena da Baixada, pela 16ª rodada do Brasileirão-2020. O substituto será Walter, reserva imediato da posição. O duelo marcará também a estreia de Vagner Mancini como técnico do Timão, que se encontra na zona de rebaixamento da competição, com 15 pontos na 17ª posição na tabela.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance