Rogério Ceni e Palmeiras: a difícil missão de Coelho no Corinthians
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Rogério Ceni e Palmeiras: a difícil missão de Coelho no Corinthians

Dyego Coelho, técnico do Corinthians sub-20
Coelho será o responsável por dirigir o Corinthians contra o Fortaleza (Foto: Agência Corinthians)
Yago Rudá - 05/11/2019 - 08:00
São Paulo (SP)
Promovido ao cargo de técnico interino do Corinthians na última segunda-feira, Dyego Coelho não terá missão fácil nos próximos dias. Na quarta, mede forças com o Fortaleza de Rogério Ceni, seu adversário na época de jogador, e caso permaneça no cargo até o fim de semana, enfrentará  ninguém menos que o Palmeiras - o principal rival do Timão. 

Com a demissão de Fábio Carille no último domingo, a diretoria do Corinthians busca um novo nome para o comando técnico da equipe. Tiago Nunes, do Athletico-PR, pinta como o favorito e, ainda nesta terça, o Timão deve apresentar uma proposta formal ao comandante do Furacão. O problema, no entanto, é que Tiago deve, ao que tudo indica, cumprir seu contrato com a equipe paranaense até o fim: dia 8 de dezembro. 

Independentemente do que aconteça nas próximas horas, o Corinthians vai enfrentar o Fortaleza com Dyego Coelho no banco de reservas. Ex-jogador do Timão, o hoje treinador reencontrará Rogério Ceni, ídolo do São Paulo, e seu adversário durante os anos em que defendeu a camisa do Corinthians (2002 a 2007, e 2008) enquanto profissional. 



O duelo com o Fortaleza de Ceni é de extrema importância para as ambições do Corinthians na temporada. Isto porque, o Timão somou apenas 4 pontos nos últimos 24 disputados e está em crise. Nos últimos dois dias, o clube demitiu cinco membros da comissão técnica (Fábio Carille, Leandro Cuca, Fabinho, Walmir Cruz e Denis Luup) e o coordenador de futebol Emerson Sheik entregou o cargo à diretoria.

TABELA
> Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro 

E MAIS:
Caso o Corinthians não contrate um novo treinador nesta semana, seja ele Tiago Nunes ou qualquer outro nome, a responsabilidade de comandar a equipe contra o rival Palmeiras no clássico do próximo sábado cairá nos colos de Dyego Coelho, que até semana passada treinava a equipe sub-20 do Timão. 

Em meio à crise e precisando voltar a pontuar para manter vivos seus sonhos de classificação à Copa Libertadores do ano que vem, o Corinthians se encontra em apuros. O recém-promovido treinador, mesmo que interino, não terá vida fácil nos próximos dias e será cobrado por enfrentar os rivais Ceni e Palmeiras, caso isso venha a se confirmar. 

Facebook Lance Twitter Lance