Pressionado, Emerson Sheik pede demissão do Corinthians
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Pressionado, Emerson Sheik pede demissão do Corinthians

Emerson Sheik
Ex-jogador ocupava o cargo desde o início da temporada (Foto: Marco Galvão/Fotoarena/Lancepress!)
Yago Rudá - 04/11/2019 - 18:17
São Paulo (SP)
Emerson Sheik não é mais o coordenador de futebol do Corinthians. Pressionado após a demissão do técnico Fábio Carille no último domingo, o ídolo do Timão teve uma reunião com o presidente Andrés Sanchez na tarde desta segunda-feira e entregou o cargo à diretoria. O ex-jogador foi visto no CT Joaquim Grava durante o treinamento do Alvinegro. 

Um dos nomes mais próximos de Fábio Carille no Corinthians, Sheik balançava no cargo por causa do momento delicado da equipe nesta reta final de temporada. O ex-jogador estava insatisfeito por conta de algumas notícias vazadas nos últimos dias e, pressionado, optou por pedir demissão. A informação foi publicada pelo Globo Esporte e confirmada pelo LANCE!

TABELA
>Confira a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro



Herói do título da Copa Libertadores em 2012 e um nomes mais identificados com a Fiel nos últimos anos, Sheik virou coordenador de futebol do Timão logo após sua aposentadoria dos gramados, no fim do ano passado. O ex-jogador, ao lado de Vilson Menezes, gerente de futebol, era responsável por ser a ligação entre a diretoria de futebol e o elenco do Corinthians.

A saída de Emerson Sheik é mais uma no departamento de futebol do clube do Parque São Jorge. Além do ex-jogador e do técnico Fábio Carille, o Corinthians demitiu os auxiliares Fabinho e Cuca, o preparador físico Walmir Cruz e o analista de desempenho Denis Luup. 

Na próxima quarta, o Timão mede forças com o Fortaleza em Itaquera e será comandado por Dyego Coelho, técnico da equipe sub-20 do Timão. O alvo da diretoria é o nome de Tiago Nunes, atualmente no Athletico-PR, mas o comandante negocia sua renovação de contrato com o Furacão. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance