Pensando em técnicos, Timão pega o Bahia para quebrar jejum em casa
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Pensando em técnicos, Timão pega o Bahia para quebrar jejum em casa

Alexandre Guariglia - 16/09/2020 - 08:00
São Paulo (SP)
O Corinthians entra em campo nesta quarta-feira, às 21h30, para enfrentar o Bahia já sabendo que Dyego Coelho, não será efetivado no cargo, ou seja, virá um novo técnico para comandar o time. Ao mesmo tempo, há a necessidade de recuperação no Brasileirão-2020, e isso começa voltando a vencer na Neo Química Arena, o que não acontece há três jogos, maior sequência em 2020.

Nos bastidores do clube, alguns nomes já foram levados ao presidente Andrés Sanchez que, acumulando a função de diretor de futebol, após a saída de Duílio Monteiro Alves, encabeça a busca pelo novo treinador. A grande maioria dos presentes na lista de possibilidade é de profissionais experientes como Abel Braga, Felipão, Dorival Júnior e até Dunga, que já foi jogador do Timão.

O perfil de um comandante mais "cascudo" é o preferido. Sylvinho, que agrada a uma ala do clube, não tem um trabalho de expressão no currículo e ainda não criou essa "casca" buscada pelos dirigentes alvinegros. O nome do espanhol Miguel Ángel Ramírez, do Independiente del Valle-EQU, foi sugerido, porém, um trabalho no meio da temporada, com uma maratona de jogos, não é considerado o cenário ideal para trazer um técnico estrangeiro.

E MAIS:
Enquanto não há uma definição sobre o novo comandante corintiano, o Campeonato Brasileiro continua rolando e o Timão com a necessidade de buscar a recuperação na competição. Atualmente próximo da zona de rebaixamento, com a mesma pontuação do Botafogo, primeiro time no Z4, o Alvinegro quer uma vitória diante do Bahia para se afastar desse perigo.

Acontece que o adversário desta quarta-feira  está uma posição atrás do Corinthians, ou seja, também na beirada da zona da degola e vai buscar o mesmo objetivo. Trata-se de um confronto direto para fugir da parte de baixo da tabela do Brasileirão. Diante desse equilíbrio, inclusive em termos de má fase, já que ambos vêm de sequência de derrotas, qualquer fator que possa dar uma vantagem para um lado ou outro pode fazer a diferença.

No caso do Timão isso seria o mando de campo, uma vez que o duelo será disputado na Neo Química Arena. No entanto, já são três jogos seguidos que o Corinthians não vence dentro de casa: empate com Fortaleza (1 a 1), empate com o Botafogo (2 a 2) e derrota para o Palmeiras (0 a 2). É o pior jejum da equipe como mandante nesta temporada. Vale destacar que, antes de perder para o rival, o Timão vinha de nove partidas de invencibilidade no estádio.

Ainda sem técnico e em má fase no campeonato, a aposta é nos grandes nomes do elenco para retomar os bons momentos. Embora saiba que o título é um objetivo distante neste momento, Andrés Sanchez crê que uma vaga na Libertadores seja um objetivo possível com o nível dos jogadores corintianos.

- A esperança é sempre ser campeão, mas sabemos que tem time na nossa frente e vamos fazer de tudo para chegar na Libertadores. Agora, poucos times tem Cássio, tem Fagner, tem Gil, tem Gabriel, tem Ramiro, tem Luan, tem Jô, tem Boselii, tem Cantillo... Então é um momento que estão passando, falta de confiança, é um pouco de mudança, isso atrapalhou, mas poucos times tem de sete a 12 jogadores como nós temos, que ganharam campeonatos por todos os times que passaram - disse o presidente em coletiva na última terça-feira.

Essa busca por alçar voos maiores dentro do Brasileirão e, principalmente, por se afastar da zona de rebaixamento, tem mais um capítulo nesta quarta-feira, às 21h30, contra o Bahia, na Neo Química Arena, pela 11ª rodada da competição. Atualmente, o Corinthians ocupa a 15ª posição, como nove pontos.

Gil - Treino Corinthians
Gil durante treino do Corinthians (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
Facebook Lance Twitter Lance