LANCE! Espresso: O velho normal: Corinthians ressurge e contraria as previsões
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

LANCE! Espresso: O velho normal: Corinthians ressurge e contraria as previsões

Em reestreia, Jô marca o gol que selou a classificação do Corinthians para a semifinal do Paulistão
Jô marca em sua reestreia com a camisa do Timão (Rodrigo Coca / Ag. Corinthians)
Fabio Chiorino e Rodrigo Borges - 31/07/2020 - 07:15
São Paulo (SP)
Virtualmente eliminado. Risco de rebaixamento no Estadual. Técnico novo contestado. Elenco sem dar resposta. Mas aí veio a paralisação, e o Corinthians ganhou tempo para rever os erros e diminuir a pressão. Não foi uma revolução, mas o time do técnico Tiago Nunes voltou, de fato, mais equilibrado. E eficiente: três vitórias em três jogos, sem levar gols.

Na noite de ontem, contra o Red Bull Bragantino - que era dono da melhor campanha do Paulistão -, o Timão teve a vida facilitada com um gol de Ederson logo aos 27 segundos de jogo, em falha horrível do goleiro Júlio César. E fechou a conta com o veterano Jô, visivelmente fora de forma, mas ainda assim superior à concorrência. Pelo alto, não perde uma. Posicionamento e faro de gol preservados, mesmo depois de ficar sete meses sem disputar uma partida.

Consciente de suas limitações, o Corinthians agora apresenta a disposição que antes parecia escondida. Gil e Avelar seguros na zaga, Fágner e Carlos Eduardo firmes nas laterais e um meio de campo que esbanja dedicação, ainda que Luan, o diferencial técnico do time, oscile demais até dentro de um mesmo jogo. E agora com o retorno do artilheiro, herói em 2017, ano que começou com o clube apontado como a quarta força de São Paulo e terminou com os títulos estadual e brasileiro. Ainda faltam qualidade e consistência, mas o Corinthians está aí para contrariar as previsões.

O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. Leitura rápida, que vai colocar você por dentro das principais notícias do esporte. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.



E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance