Jair valoriza tática do Corinthians e diz que na volta será diferente
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Jair valoriza tática do Corinthians e diz que na volta será diferente

Jair Ventura - Flamengo x Corinthians
Jair Ventura no duelo desta quarta-feira no Maracanã (Foto: Rodrigo Gazzanel)
LANCE! - 13/09/2018 - 00:57
São Paulo (SP)
O Corinthians apostou em uma estratégia nitidamente de defesa no duelo contra o Flamengo nesta quarta-feira válido pela semifinal da Copa do Brasil. A ideia surtiu efeito para as pretensões do time, que voltou do Rio de Janeiro com empate por 0 a 0. O técnico Jair Ventura valorizou o resultado, explicou a escolha e disse que na volta, daqui duas semanas, a história será outra.

- Cada jogo é uma estratégia. A da volta não vai ser essa. A gente trabalha com diversas estratégias para jogo, de acordo com o adversário. Eles têm jogo apoiado muito forte pela região central. Por isso três volantes para a gente fortalecer o corredor central - afirmou Jair Ventura.


Na sequência, o treinador foi perguntado se gostaria de colocar no Corinthians um DNA defensivo, que seria o do clube. Ele repetiu resposta dada em sua apresentação na semana passada.

- O DNA do Corinthians é o DNA vitorioso, que ganhou dois títulos ano passado. Se a gente conseguir vamos sair com dois títulos este ano. Vamos tentar vencer sempre. E quando você não perde para o adversário na casa dele, fica mais perto em casa. Importante ter uma quebra de sequência tomando gol. A gente vê uma entrega muito grande e agora vamos trabalhar para fazer também - afirmou.

O treinador, que estreou no clássico contra o Palmeiras no último domingo com derrota por 1 a 0, também comentou sobre o duelo contra o Sport no próximo domingo pelo Campeonato Brasileiro. O Corinthians ocupa a 10ª colocação com 30 pontos. 

- Vamos encarar cada jogo como de nossa vida. Estamos próximos de um título da Copa do Brasil, mas tudo aberto ainda. Temos de tentar brigar lá em cima. Já aproveito para convocar a torcida - disse. 

Confira outros trechos da entrevista de Jair:

Resultado foi bom?
Resultado não era o que queríamos, onde vamos jogar é para vencer. Nosso objetivo foi dar mais liberdade pro Jadson, ele chegar mais no terço final, pisar mais na área, ficar mais próximo da área, porque tem técnica refinada e pode dar o último passe e finalização

Estratégia
Tivemos dificuldade pela forte marcação, apoio da torcida deles. Eu tenho pouco tempo de casa, e gosto de trabalhar de trás para a frente, nesse começo. Depois vamos no terço final. Claro que não estou satisfeito, precisamos criar mais, mas não podemos tirar o mérito da atuação, eles jogaram muita bola na área.

Jogo de volta
A gente leva a decisão para nossa casa, nossa torcida, do jeito que a gente gosta de jogar, com gramado que ajuda as duas equipes. Torcida vai fazer uma grande festa, vai empurrar até o último minuto para a vitória

Bola parada
Com pouco tempo de trabalho, uma das coisas que você pode trabalhar é bola parada, porque não tem exigência física grande. A gente trabalha bastante, coisa que tem de se precaver sempre. Hoje as maiores chances do Flamengo foram de bola parada. Temos de nos preparar todos os momentos dos jogos. Procuro pensar todos os momentos

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance