Fila na entrada e avisos: como foram os protocolos contra a Covid-19 aos corintianos na Neo Química Arena

Fila na entrada e avisos: como foram os protocolos contra a Covid-19 aos corintianos na Neo Química Arena

Torcida - Corinthians
A fila dos corintianos para entrada na Neo Química Arena (Foto: Gabriel Santos)
Gabriel Santos - 14/10/2021 - 07:00
São Paulo (SP)
O Corinthians venceu o Fluminense por 1 a 0 nesta quarta-feira (13), na Neo Química Arena, com 30% da capacidade do público. Cerca de 12 mil pessoas acompanharam a partida. No entanto, o que eu vi fora do estádio foram grandes filas e aglomerações, principalmente na chegada dos torcedores, cerca de uma hora e meia antes do duelo. 

Cheguei no estádio por volta de 19h20, cerca de uma hora e meia antes da partida. De cara, me encontrei com uma boa fila de torcedores corintianos no portão de acesso ao estádio. Cerca de 50 torcedores esperavam a abertura dos portões, que segundo os fiscais, acontece cerca de uma hora antes da partida. 


Nesse intervalo de tempo, ouvi várias reclamações sobre a demora na entrada. Alguns torcedores se queixavam que o próprio clube pede para que os torcedores cheguem com uma hora e meia de antecedência.

Assim que os portões foram abertos, houve comemoração dos torcedores e algumas queixas irônicas, como 'Olha a aglomeração' e 'Protocolo do Doria'. Os fiscais pediam RG e documento de vacinação. No entanto, com o grande volume de torcedores, a condição da fiscalização não era a ideal. 

Após essa primeira etapa, a temperatura do público era aferida. Uma das curiosidades é que todos os fiscais falavam a temperatura corporal em voz alta para a pessoa que estava cumprindo o protocolo. 

Já dentro do estádio,  percebi que as organizadas presentes foram na mão contrária do requisitado e não praticaram distanciamento, unindo-se em aglomerações. Membros da 'Camisa 12', da 'Gaviões da Fiel' e da 'Pavilhão 9', entre outras presentes, se uniram com muita proximidade.

Sistema do estádio alertou sobre os protocolos contra a Covid-19 
Com a bola rolando, observei que os sistemas de som e imagem da Neo Química Arena alertavam os torcedores sobre seguir os protocolos contra a Covid-19. Nos leds das arquibancadas, dizeres como 'Proteja o Corinthians da Covid-19 e do risco de punições', 'Torça sempre de máscara', 'Respeite o distanciamento social de 1,5 metro' e 'Higienize as mãos'. 

O telão do estádio também projetou imagens usando o mascote do mosqueteiro contra a Covid-19. 'Ajude o Corinthians a evitar a propagação da Covid-19 e o risco de punições', avisava a mensagem. 

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance