Fagner defende Cássio das críticas no Corinthians: 'Tem de respeitar'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Fagner defende Cássio das críticas no Corinthians: 'Tem de respeitar'

Cássio - Corinthians x Bahia
Cássio foi alvo de críticas e recebeu o apoio de seu companheiro Fagner (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)
LANCE! - 17/10/2020 - 08:00
São Paulo (SP)
No elenco atual do Corinthians, Fagner é um dos mais ligados à história do clube e pode ser considerado um ídolo da torcida alvinegra. Por essa importância e por ser um dos líderes do grupo, sua voz reverbera de uma forma diferente. Na última sexta-feira, em entrevista coletiva, o lateral saiu em defesa de Cássio, um dos maiores expoentes da história corintiana.

Recentemente, o goleiro foi um dos alvos de um protesto de parte da torcida em frente ao CT Joaquim Grava. Pouco depois, diante do Ceará, Cássio falhou em uma saída de bola com os pés e acabou cometendo pênalti em um jogador do Vozão. A cobrança foi convertida e o Timão foi derrotado de virada.


Para completar, Cássio foi expulso após a partida no Castelão e ficou suspenso para enfrentar o Athletico-PR, abrindo espaço para Walter atuar. E o reserva brilhou no duelo fazendo defesas incríveis, que foram decisivas para o placar. Não fosse o goleiro, o Corinthians poderia ter saído de campo goleado. Mas a muralha permitiu que o time marcasse aos 49 minutos e saísse com a vitória. 

E MAIS:
Esse conjunto de fatores culminaram em críticas ao camisa 12, que foi defendido por Fagner. Para o camisa 23 do Timão, é preciso respeitar a história de Cássio no clube e tudo o que ele já fez em nove temporadas no Alvinegro.

- Eu vou fazer uma pergunta: quantas bolas por jogo para uma defesa do Cássio um tempo atrás? Uma, duas? Hoje em dia, tem sido seis, sete bolas. Uma hora o cara vai acertar. Estamos enfrentando atletas de qualidade para finalizar, times de Série A, são bons. Sabemos da qualidade do Walter, do Cássio, mas temos que respeitar a história. Para mim, um dos maiores ídolos da história do clube. Se tem que jogar, é o treinador quem decide. 

- Tem que respeitar um pouco mais. As críticas nele estão sendo pesadas. Um cara que sempre se dedicou ao clube. Mais respeito ao que ele é. As pessoas esqueceram o que ele fez. O que representa para o clube. Ele vive o clube intensamente. A gente tem que respeitar - concluiu o lateral.

Cássio volta a ficar à disposição de Vagner Mancini para a partida deste domingo, às 16h, diante do Flamengo, na Neo Química Arena, pela 17ª rodada do Brasileirão-2020. O goleiro deve ser o titular, enquanto Walter volta para o banco de reservas. Após a vitória sobre o Furacão, o Corinthians pulou para a 14ª posição na tabela com 18 pontos, três à frente da zona de rebaixamento.

Facebook Lance Twitter Lance