Carille comemora empate do Corinthians no Sul e destaca desafios na busca por vaga na Libertadores
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Carille comemora empate do Corinthians no Sul e destaca desafios na busca por vaga na Libertadores

Corinthians x Fluminese - Sul Americana - Carille
Fábio Carille, técnico do Corinthians, destacou empate contra o Grêmio, em Porto Alegre (Peter Leone/Ofotografico/Lancepress!)
LANCE! - 05/10/2019 - 21:44
São Paulo (SP)
De pouco em pouco o Corinthians vai subindo no Campeonato Brasileiro. Apesar do empate por 0 a 0 contra o Grêmio, neste sábado, na Arena do Grêmio, ter feito a equipe cair para o quarto lugar, já que o Santos venceu o Vasco por 1 a 0, o ponto conquistado foi comemorado pelo técnico Fábio Carille. Invicto no returno, o Corinthians é o quarto colocado com 42 pontos e já mira o desafio de quinta-feira, contra o Athlético-PR, na Arena Corinthians, às 19h15.

- Muito bom. Jogamos debaixo de chuva em Chapecó, um jogo de disputa, somamos três pontos. Viemos para cá contra uma equipe campeã da Libertadores em 2017, semifinal em 2018 e semifinal de novo neste ano,. Saímos muitos felizes, quatro pontos, quarta posição e vamos nos preparar para buscar os três pontos em casa - disse Carille.

Confira a tabela de classificação do Campeonato Brasileiro

O técnico também ponderou para os variados desafios que a busca por minimizar os tropeços visando o G-4 impõe. Se, após este sábado, o Corinthians ficou dois pontos para trás do Santos, Carille lembrou que, na próxima rodada, o contrário pode acontecer.



- Briga lá em cima é isso, Santos, Inter, Athletico ganhou do Bahia lá, a parte final vai mostrar quem é quem e estamos ali do nosso jeito, sabendo que temos que melhorar. E vamos melhorar. Descansamos amanhã, três dias de preparação, depois um clássico. Vamos olhando para nós - salientou o comandante, que destacou a melhora substancial do Corinthians no segundo tempo, depois de ser pressionado constantemente na etapa inicial.

- O que aconteceu foi que a gente começou a correr com a bola, conduzir e não trabalhar combinações. Com Love atrás do Mauro a gente controlou melhor, depois Jadson que é de passe, principalmente com Fagner. Cobrei no intervalo a gente melhora tecnicamente. Primeiro tempo foi de muitos erros e quando você erra com um time qualificado, sofre mais"

Clayson também foi assunto na coletiva de Carille na Arena. Mais uma vez, o atacante não teve boa atuação, desperdiçou ataques e mostrou pouca finura nas finalizações. A primeira substituição do Corinthians na partida foi justamente a saída de Clayson para a entrada de Boselli.

- Clayson é jogador da minha confiança, briguei pela continuidade dele no início do ano, nos ajudou no primeiro semestre. está mal tecnicamente, mas em Chapecó o que se entregou e brigou...é com trabalho, passando confiança, tem minha confiança para que melhore. Não sei se terei Everaldo neste ano, Janderson está crescendo muito, menino que vi jogar pela direita na base, mas gosta de jogar na esquerda. os três de velocidade que tenho gostam de jogar na esquerda, estamos trabalhando para ele jogar na direita também - encerrou.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance