De virada, Athletico-PR vence o Bahia fora de casa e sai na frente nas oitavas de final da Copa do Brasil

De virada, Athletico-PR vence o Bahia fora de casa e sai na frente nas oitavas de final da Copa do Brasil

Athletico-PR pode até empatar que vai ficar com a vaga na próxima fase (Foto: Divulgação / Twitter Atlético-PR)
Futebol Nacional - 22/06/2022 - 21:39
Salvador (BA)
Em plena Arena Fonte Nova, nesta quarta-feira, em Salvador, o Athletico-PR venceu o Bahia de virada pelo placar de 2 a 1 e largou na frente no confronto de ida da fase oitavas de final da Copa do Brasil. Os gols saíram todos no primeiro tempo. Lucas Mugni marcou para o Tricolor de Aço, enquanto Christian e Pedro Rocha anotaram para o Furacão.

>Aplicativo de resultados do LANCE! está disponível na versão iOS

O Athletico-PR joga pelo empate no duelo da volta. Caso o Bahia vença por um gol de diferença, a classificação às quartas de final da Copa do Brasil será decidida em cobranças de pênaltis.

O jogo de volta entre Athletico-PR e Bahia será realizado no dia 12 de julho, às 20h30, na Arena da Baixada, em Curitiba. Quem passar neste confronto aguarda o sorteio para saber quem será o seu adversário na fase de quartas de final.

PARTIDA EM RITMO ACELERADO
Bahia e Athletico-PR começaram o jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil em ritmo avassalador. Logo aos 4 minutos, Rodallega sofreu falta na entrada da área. Lucas Mugni ficou encarregado de efetuar a cobrança. Ele bateu com maestria e marcou um golaço. Bento chegou a encostar na bola, mas não foi suficiente. 1 a 0 para o Tricolor de Aço.

A resposta do Athletico-PR foi imediata. Aos 9 minutos, Khellven desceu pelo lado direito e cruzou para dentro da área. Bem posicionado, Christian conseguiu dominar e finalizar com enorme qualidade para igualar o placar: 1 a 1.

JOGO ANIMADO E COM AS EQUIPES BUSCANDO O GOL
O Bahia não sentiu o empate relâmpago e continuou buscando o segundo gol. O Athletico-PR também não recuou e ficou o tempo todo tentando encaixar o contra-ataque para tentar a virada na casa do adversário.

ESCORREGÃO E VIRADA DO FURACÃO
Ao contrário dos primeiros 10 minutos de partida, as defesas dos dois times estavam levando vantagem. No entanto, aos 30 minutos, Luiz Henrique acabou escorregando ao tentar cortar lançamento. A bola sobrou para Khellven, que invadiu a área e passou para Pedro Rocha virar a partida: 2 a 1 para o Athletico-PR, aos 30 minutos.

QUASE O EMPATE DO BAHIA
A etapa complementar começou com o Bahia na pressão em busca do empate. Aos 3 minutos, Davó efetuou um ótimo passe para Rodallega. Dentro da área, o atacante finalizou bem, mas Bento fez grande defesa e salvou o Athletico-PR.

TRICOLOR TENTA, MAS QUEM QUASE MARCA É O FURACÃO
O Bahia continuou martelando na tentativa de furar a defesa do Athletico-PR e marcar o gol de empate. Entretanto, apesar da pressão que vinha sofrendo, quem quase balançou as redes foi o Furacão. Aos 32 minutos, Pedrinho tabelou com Matheus Babi e saiu na cara do gol. Ele acertou o canto, mas Danilo Fernandes fez uma bela defesa e salvou o Tricolor de Aço.

BAHIA SOFRE PARA CRIAR; ATLHETICO-PR VENCE A PARTIDA
Firme na defesa, o Athletico-PR se fechou bem, não dava a mínima chance para o Bahia criar e ainda assustava no ataque. Aos 43, Khellven avançou pelo lado de campo e bateu cruzado, Danilo Fernandes, em dois tempos, conseguiu efetuar a defesa e evitar que o placar fosse mais elástico. No fim da partida, o Furacão administrou a partida e saiu vencedor no primeiro duelo das oitavas de final.


E MAIS:
BAHIA 1 X 2 ATHLETICO–PR – IDA OITAVAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL 2022
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data/horário: 22 de junho de 2022, às 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Braulio da Silva Machado - SC/FIFA
Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)
VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)
Cartões amarelos: Vitor Jacaré, Rezende, Danielzinho, Douglas Borel, Guto Ferreira e Hugo Rodallega (BAH); Hugo Moura e Nicolás Hernández (ATH)
Cartões vermelhos: –
GOLS: Lucas Mugni, 04'/1ºT (BAH) (1-0); Christian, 09'/1ºT, (ATH) (1-1); Pedro Rocha, 30'/1ºT (ATH) (1-2).

BAHIA (Técnico: Guto Ferreira)
Danilo Fernandes; Douglas Borel (André, aos 13’/2ºT), Ignácio, Luiz Otávio, Luiz Henrique (Djalma Silva, no intervalo); Patrick de Lucca (Raí Nascimento, aos 22’/2ºT), Rezende, Lucas Mugni (Lucas Falcão, aos 30’/2ºT), Danielzinho; Matheus Davó (Vitor Jacaré, aos 22’/2ºT) e Hugo Rodallega.

ATHLETICO–PR (Técnico: Luiz Felipe Scolari)
Bento; Khellven, Pedro Henrique (Matheus Felipe, aos 30’/2ºT), Nicolás Hernández, Abner; Hugo Moura, Christian (Erick, aos 18’/2ºT), David Terans (Léo Cittadini, aos 08’/2ºT); Pedro Rocha (Pedrinho, aos 18’/2ºT), Cuello e Pablo (Matheus Babi, aos 08’/2ºT).


Facebook Lance Twitter Lance