Visão da rodada: 'Estão eletrizantes as brigas no G4, G6 e Z4'
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Visão da rodada: 'Estão eletrizantes as brigas no G4, G6 e Z4'

Montagem - Botafogo, Palmeiras, Fluminense e Cruzeiro
Bota de Diego Souza chega a mais uma vitória, Palmeiras, embora segundo colocado, está em ‘queda’, enquanto Flu e Cruzeiro seguem com a Série B no pé (Fotos: Vitor Silva/Botafogo; Guilherme Rodrigues/MyPhoto Press/Lancepress!; Bruno Cantini/Atletico; Vinnicius Silva/Cruzeiro)
Aurino Leite - 12/08/2019 - 09:20
Rio de Janeiro
É bem verdade que a disputa pela liderança, o entra e sai do G4 e G6 do Campeonato Brasileiro estão emocionantes – mas não deixem de ler a visão toda, principalmente a partir do quarto parágrafo, porque é lá que o bicho pega (e pegou neste fim de semana). E atentem a isso, torcedores, não chegamos nem ao returno do torneio. Faltam ainda seis rodadas.

Santos perdeu, não a liderança, mas o jogo para o São Paulo, de virada, o Palmeiras está lá e cá – não vence desde a volta após a parada para a Copa América –, e o Flamengo vai encostando neles, assim como Atlético-MG e Corinthians, e o próprio time são-paulino parou de quebrar a cuca e começa a  ensaiar a disputa pelo título.

Até a briga no meio da tabela não deixa de ter as suas emoções. Internacional, Botafogo, Athletico-PR, Ceará, Bahia, não necessariamente nesta ordem, vão atrás do sonho da Copa Libertadores ou, ao menos, uma vaguinha na Copa Sul-Americana de 2020.



O que também está tão intenso, de “matar do coração” e péssimo para comemorar o Dia dos Pais, comemorado neste domingo, é o entra, sai e fica na zona de rebaixamento do Brasileirão. O fantasma da Série B bate à porta do Avaí, Cruzeiro, CSA, Fluminense, Vasco, Chapecoense e Fortaleza.

Aquele torcedor mais ferrenho já está tendo pesadelos, tomando ansiolíticos. Aliás, há os creem em milagres. Pode até ser, mas que eles estão assombrados, ah, isso é uma “verdade mais que verdadeira”. Simples assim!

O Avaí continua sem vencer, a Raposa perdeu o pique da velocidade e o Fluminense, que teve o seu atual presidente, Mário Bittencourt, discursando que o time brigaria por títulos este ano, só mesmo na Copa Sul-Americana é que pode ainda sonhar.

Em Belo Horizonte, Mano Menezes já caiu, enquanto no Rio de Janeiro, Fernando Diniz fica a perigo, apesar de o mandatário já citado insistir em dizer que o técnico “está prestigiado”. E, nesta segunda-feira, às 20h, todos estarão ligados na TV, no rádio e no tempo real do site do LANCE!. Por quê? Tem CSA x Fortaleza. O time alagoano pode encostar nestes gigantes (Flu e Cruzeiro) lembrados acima. É, sim, e um SIM maiúsculo, de tirar o fôlego.

E quem ganhou um respiro foi outro gigante, o da Colina Histórica. A vitória sobre o Goiás, por 1 a 0, não apenas encerrou o jejum de dois anos sem um triunfo fora do Rio de Janeiro, como também fez o time afastar um pouco o fantasma da Série B. Agora, a equipe ficou seis pontos mais longe do Z4. Porém, o alerta continua ligado.

Facebook Lance Twitter Lance