Palmeiras goleia o América-MG e fica a uma vitória do título brasileiro
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Palmeiras goleia o América-MG e fica a uma vitória do título brasileiro

  •  Palmeiras x America-MG
    Verdão fez os quatro gols no segundo tempo  Marcelo Machado de Melo/Fotoaren
  •  Palmeiras x América-MG - Felipão
    Felipão durante o jogo no Allianz  Luis Moura / WPP
  •  Palmeiras x América-MG
    Lucas Lima tenta construir jogada ofensiva  Luis Moura / WPP
  •  Palmeiras x América-MG - Borja
    Borja parte para cima dos marcadores  Luis Moura / WPP
  •  Palmeiras x America-MG
    Jogadores comemoram gol no Allianz  Marcello Fim/Ofotografico
  •  Palmeiras x America-MG
    Deyverson, Lucas Lima e Bruno Henrique comemoram  Marcello Fim/Ofotografico
  •  Palmeiras x America-MG
    Palmeiras x America-MG Erik Teixeira
  •  Palmeiras x America-MG
    Palmeiras x America-MG EDUARDO CARMIM/PHOTO PREMIUM
  •  Palmeiras x America-MG
    Palmeiras x America-MG Thiago Rodrigues/Ofotografico
Thiago Ferri - 21/11/2018 - 23:42
São Paulo (SP)
O Palmeiras fez sua parte, goleou o América-MG por 4 a 0 no Allianz Parque, contou com o tropeço do Internacional, mas ainda não pôde comemorar o título brasileiro. Isto porque o Flamengo venceu o Grêmio por 2 a 0, no Maracanã, o que obriga o Verdão a somar mais dois pontos em dois jogos para sagrar-se campeão sem depender de resultados do Fla.

Ou seja, um triunfo contra Vasco ou Vitória é suficiente para o Palmeiras vencer o seu décimo título brasileiro. A torcida já avisou na arena que “está chegando a hora” e “o deca vem aí”. O Coelho, enquanto isso, continua na zona da degola.

Festa já antes do jogo
Para ter chance de ser campeão, o Palmeiras precisava que o Internacional não vencesse o Atlético-MG, mais cedo, no Beira-Rio. O time gaúcho foi derrotado em casa, e a cada gol alvinegro, a torcida palmeirense festeja, no entorno da arena ou já no estádio. Restava o Flamengo não vencer o Grêmio, que o Verdão precisava fazer apenas a sua parte.



Borja destoa e perde gol
Dudu, como tem sido em todo o Brasileiro, foi o ponto de desequilíbrio no primeiro tempo em que o Verdão alternou altos e baixos. Seja aberto ou centralizado, o camisa 7 liderou o Verdão em suas jogadas mais perigosas. Das 14 finalizações, a mais clara veio de um passe açucarado dele para Borja, que com o gol aberto isolou. O lance fez a torcida na arena vibrar quando Deyverson o substituiu na volta do intervalo.

Virou goleada
O gol do Flamengo logo no início do segundo tempo no Maracanã chegou a deixar a vantagem do Verdão só em três pontos. Mas foi Luan abrir o placar no Allianz, que o jogo se encaminhou. Dudu deu assistência para Willian fazer 2 a 0, depois o camisa 7 recebeu de Bruno Henrique e marcou um golaço. Deyverson, que entrou bem, ainda fez o quarto, mas a festa não pôde ser completada por conta do resultado no Rio.

Falta pouco
Restando dois jogos a disputar, o Palmeiras tem 74 pontos e cinco a mais que o Flamengo, segundo colocado. O Internacional, a nove de distância, não pode mais brigar pela taça. Como precisa de apenas mais dois pontos para ser campeão, a festa alviverde pode acontecer domingo, caso vença o Vasco, fora de casa.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 4 X 0 AMÉRICA-MG
Local: Allianz Parque, São Paulo (SP)
Data-Hora: 21/11/2018 - 21h45
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Luciano Roggenbaum (PR) e Luiz Souza Santos Renesto (PR)
Público/renda: 39.429 pagantes/R$ 2.615.582,46
Cartões amarelos: Leandro Donizete, Matheus Ferraz, Carlinhos, Norberto, Paulão e Ademir (AME)
Cartões vermelhos: -
Gols: Luan (13'/2ºT) (1-0), Willian (30'/2ºT) (2-0), Dudu (32'/2ºT) (3-0), Deyverson (36'/2ºT) (4-0),

PALMEIRAS: Wéverton; Mayke, Luan, Gustavo Gómez e Victor Luis; Thiago Santos (Moisés, aos 36'/2ºT), Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu (Felipe Melo, aos 35'/2ºT), Willian e Borja (Deyverson, no intervalo). Técnico: Felipão.

AMÉRICA-MG: João Ricardo; Norberto, Messias, Matheus Ferraz e Carlinhos; Christian, Juninho (Gerson Magrão, aos 34'/2ºT) e Matheusinho (Robinho, aos 23'/2ºT); Ademir (Leandro Donizete, aos 13'/2ºT), Luan e Rafael Moura. Técnico: Givanildo Oliveira.

Facebook Lance Twitter Lance