Com defesa incrível de Gatito no fim, Botafogo vence o Corinthians
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
ESCUDO BOTAFOGO
 
-
 
Escudo - Corinthians

Com defesa incrível de Gatito no fim, Botafogo vence o Corinthians

  •  Botafogo x Corinthians
    Botafogo x Corinthians Andre Melo Andrade/Eleven
  •  Botafogo x Corinthians
    Botafogo x Corinthians Andre Melo Andrade/Eleven
  •  Botafogo x Corinthians
    Botafogo x Corinthians Paulo Sergio/F8
  •  Botafogo x Corinthians
    Botafogo x Corinthians Delmiro Junior/Photo Premium
  •  Botafogo x Corinthians
    Botafogo x Corinthians Delmiro Junior/Photo Premium
  •  Botafogo x Corinthians
    Botafogo x Corinthians Delmiro Junior/Photo Premium
  •  Botafogo x Corinthians
    Botafogo x Corinthians Paulo Sergio/F8
  •  Botafogo x Corinthians
    Botafogo x Corinthians MARCELO DE JESUS / RAW-IMAGE
Felippe Rocha - 04/11/2018 - 19:12
Rio de Janeiro (RJ)
A tarde deste domingo foi diferente do que vinham sendo os jogos do Botafogo. Ingressos a R$2,50, apoio total, muitas chances criadas e Gatito de volta. O paraguaio foi o protagonista do jogo ao operar um milagre aos 49 minutos da segunda etapa, mesmo sendo Rodrigo Lindoso o autor do gol que garantiu a vitória do Glorioso sobre o Corinthians, no Nilton Santos, por 1 a 0. O Timão reclamou de um pênalti em Roger.

Com o resultado, o Botafogo chegou aos 38 pontos e está na 14ª posição. Já o Corinthians segue com 39 pontos, em 11º lugar. Os dois clubes seguem ameaçados pelo rebaixamento. O próximo jogo do Glorioso é no próximo sábado, contra o Flamengo. No mesmo dia, o Timão encara o São Paulo.


Confira a tabela atualizada do Campeonato Brasileiro


Blitz interminável
A habitual pressão inicial de times mandantes pareceu durar quase meia hora. Uma falta cobrada por Fagner para fora, aos nove minutos, foi o que de mais perigoso o Timão fez em meio às constantes chegadas do Glorioso ao ataque. Gilson, aos seis, chutou para fora; Rodrigo Lindoso, aos 11, parou em Cássio, depois de Erik também ter chute defendido. Valencia chutou para fora, aos 13, e tentou uma bicicleta da meia-lua, aos 33. Mas ali o Botafogo já havia aberto o placar.

Quase sem querer
Foi Erik quem se antecipou para roubar a bola e deixar Danilo Avelar no chão, mas chutou em cima de Henrique. No escanteio subsequente, aos 27 minutos, Lindoso cabeceou, a bola bateu em Ralf e entrou. Só depois que o Corinthians fez Gatito trabalhar, efetivamente. Fagner cruzou da direita, aos 28, e o goleiro, que voltava a jogar depois de seis meses, defendeu e foi ovacionado.

Equilíbrio
Os paulistas voltaram do intervalo melhores. Um chute de Pedrinho foi para fora, outro parou em Gatito . O goleiro paraguaio ainda mandou para escanteio finalização de Clayson. Do outro lado, Igor Rabello não conseguiu dar a melhor direção ao cruzamento de Lindoso.

Polêmica e milagre
Por volta dos 20 minutos, Roger se enroscou com Marcinho e caiu na área. O Corinthians pediu pênalti, mas Vuaden marcou tiro de meta. Na reta final do jogo, Brenner desperdiçou contra-ataque. Em seguida, Carli fez Cássio defender um cabeceio. Também de cabeça, Lindoso mandou a bola na trave. O Glorioso não conseguia matar o jogo e Roger teve chance de empatar, mas Gatito pegou o cabeceio. E Gatito ainda fez uma defesa fantástica para garantir a vitória. Na pequena área, aos 49, Léo Santos desviou com o pé, mas o camisa 1 fez história.


FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 1 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 4/11/2018 - 17h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA) e Jorge Eduardo Bernardi (RS)
Público e Renda: 19.133 pagantes (21.463 presentes) / R$195.995,00
Cartões Amarelos: Valencia (BOT); Léo Santos e Henrique (COR)
Cartões Vermelhos: Não houve.

Gol: Rodrigo Lindoso, aos 27'/1ºT (1-0)

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Marcinho, Carli, Igor Rabello e Gilson; Jean (Matheus Fernandes, 8'/1ºT), Rodrigo Lindoso e Renatinho (Rodrigo Pimpão, 17'/2ºT); Erik, Brenner (Aguirre, 39'/2ºT) e Valencia - Técnico: Zé Ricardo.

CORINTHIANS: Cássio, Fagner, Léo Santos, Henrique e Danilo Avelar; Gabriel (Roger, 9'/2ºT) e Ralf; Pedrinho, Araos e Romero (Clayson, Intervalo); Danilo (Mateus Vital, 29'/2ºT) - Técnico: Jair Ventura.


Facebook Lance Twitter Lance