Goiás, já nos minutos finais, arranca importante vitória contra o Avaí
menu button lance
lancelogo lancelogo lance

Goiás, já nos minutos finais, arranca importante vitória contra o Avaí

Goiás x Avaí
Foto: Reprodução/SporTV
Futebol Latino - 03/11/2019 - 22:31
Goiânia (GO)
Na base da absoluta insistência, o Goiás mostrou fibra e arrancou um triunfo por 2 a 0 no Brasileirão jogando em casa frente a equipe do Avaí. Os gols foram feitos já nos últimos minutos do segundo tempo feitos por Rafael Moura e Thales.

Os gols ajudaram a equipe de Ney Franco a se posicionarem na nona posição com 42 unidades conquistadas, quatro atrás do primeiro time dentro do G6, o Internacional. Por outro lado, o Leão de Florianópolis gradativamente se aproxima do rebaixamento matemático estando em último lugar com somente 17 pontos. 

SUPERIORIDADE SEM EFETIVIDADE



Tendo mais presença ofensiva, controle das ações e aparentemente conseguindo exercer o fator casa de maneira positiva, o Goiás era dominante no quesito de domínio territorial. Todavia, essa superioridade não conseguia se mostrar em lances efetivamente perigosos, tendo o time de Ney Franco dificuldade para furar o sistema de marcação congestionado dos avaianos.

Os lances mais insinuantes do Esmeraldino apareciam com Rafael Moura se impondo fisicamente em meio a defesa catarinense onde a finalização era travada justamente na sua realização, evitando com que Vladimir tivesse que fazer uma defesa mais plástica para evitar a abertura do marcador. 

APARECE, TADEU!

Depois de mais se preocupar com o aspecto defensivo nos 45 minutos iniciais, o retorno para a etapa complementar apresentou um Avaí mais insinuante e capaz de envolver o sistema defensivo dos anfitriões. Dentro dessa realidade, antes mesmo dos 10 minutos, Richard Franco, Vinícius Araújo e Gegê chegaram em condições de finalizar e bateram bem na bola, todavia Tadeu apareceu para fazer intervenções providenciais para evitar o placar aberto para o Leão de Florianópolis.

VOLTOU A CARGA

Depois dos 15 minutos, o time Esmeraldino pareceu "acordar" para o jogo e voltou a ser o controlador das ações, efeito que naturalmente também trouxe o canto do torcedor presente em bom número no Serra Dourada para um volume mais alto.

O que seguia faltando para o time da casa era uma variação maior de jogadas além de bolas alçadas na área tentando usar as laterais. Quando conseguiu um passe rasteiro mais acertado, no rebote de escanteio que caiu nos pés de Rafael Vaz, Yago Felipe entrou em condições de bater pro gol e o tento só não saiu porque Vladimir conseguiu defender de maneira firme, sem dar rebote.

DE HERÓI A (QUASE) VILÃO

Em um intervalo de quatro minutos, o goleiro Tadeu quase transformou a sua realidade dentro do confronto de protagonista de uma grande intervenção a falha que quase determinou um tento catarinense. Depois de Vinícius Araújo girar bem em cima da marcação e bater para linda defesa do goleiro, o mesmo Vinícius conseguiu tocar por cobertura sobre o número 1 do time goiano que deu sorte ao ver a bola passar do lado esquerdo da sua meta.

ALÍVIO EM DOSE DUPLA

Já nos minutos finais, quando o duelo parecia se encaminhar para um amargo empate pensando na vida dos dois lados na competição, dois gols quase que em sequência determinaram a vitória do Esmeraldino. Enquanto Rafael Moura cobra no meio do gol e balançando as redes penalidade sofrida por Thales, três minutos depois o mesmo Rafael Moura lançou para Kaio que fintou a marcação e bateu para defesa difícil de Vladimir. Na sobra, Thales estava atento para concluir e determinar o triunfo Esmeraldino.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 X 0 AVAÍ

Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data e hora: 03/11/2019 - 19h30 (horário de Brasília)
​Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo (CBF-SP) 
Assistentes: Miguel Cataneo Ribeiro da Costa e Daniel Paulo Ziolli (ambos CBF-SP)
VAR: Thiago Duarte Peixoto (CBF-SP)
Cartões amarelos: Fábio Sanches (GOI), Gegê, Pedro Castro, Vladimir (AVA)
Cartões vermelhos: -
Gols: Rafael Moura (45'/2°T), Thales (48'/2°T)

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha (Thalles, aos 8'/2°T), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson (Alan Ruschel, aos 31'/2°T); Breno, Yago Felipe e Léo Sena; Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia (Kaio, aos 36'/2°T). Técnico:Ney Franco.

AVAÍ: Vladimir; Léo, Ricardo, Betão, Igor Fernandes; Luanderson, Richard Franco e Pedro Castro (Luan Pereira, aos 39'/2°T); Vinícius Araújo e Gegê (Gustavo Ferrareis, aos 24'/2°T), Brenner (Gabriel Lima, aos 21'/2°T). Técnico: Evando Camillato.

E MAIS:
Facebook Lance Twitter Lance