Flamengo e Goiás empatam e vantagem na liderança diminui
menu button lance
lancelogo lancelogo lance
Escudo do Goiás
2
-
2
escudo Flamengo

Flamengo e Goiás empatam e vantagem na liderança diminui

  •  Goiás x Flamengo
    Confira as imagens do empate entre Flamengo e Goiás pelo Brasileiro Alexandre Vidal / Flamengo
  •  Goiás x Flamengo
    Goiás x Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo
  •  Goiás x Flamengo - Gabigol
    Goiás x Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo
  •  Goiás x Flamengo
    Goiás x Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo
  •  Goiás x Flamengo
    Goiás x Flamengo Alexandre Vidal / Flamengo
  •  Goiás x Flamengo
    Goiás x Flamengo Reprodução/Sportv
Gabriel Rodrigues - 31/10/2019 - 22:15
Goiânia (GO)
O Flamengo viu duas vantagens diminuírem na noite desta quinta-feira, no Serra Dourada. O Rubro-Negro chegou a abrir 2 a 0 no placar, mas acabou deixando o Goiás empatar a partida em 2 a 2 e também viu a sua vantagem na liderança do Campeonato Brasileiro diminuir de 10 para 8 pontos em relação ao vice-líder Palmeiras. O Flamengo, agora, tem 68, enquanto o Esmeraldino chegou aos 39.

Os dois times voltam a campo no próximo domingo. O Flamengo recebe o Corinthians, às 16h, no Maracanã. Pouco depois, às 19h30, o Goiás encara o Avaí, no Serra Dourada.

TABELA
> Confira a classificação do Campeonato Brasileiro 



Tudo igual
O Flamengo iniciou a partida no Serra Doura no seu ritmo de sempre: roubando bolas no seu campo ofensivo e pressionando o time adversário na sua própria área. Pablo Marí chegou a mandar uma bola na trave com 4 minutos. Mas o time rubro-negro sentiu muito a falta de Gerson, que começou no banco, e não conseguiu manter a pegada por muito tempo. Com Everton Ribeiro e Arrascaeta pouco inspirados, o time passou a perder muitas bolas e viu o Goiás crescer no jogo.

O Esmeraldino passou a chegar mais no campo adversário e assustou em chutes de longa distância e na bola aérea. 

Pelo alto
Sem conseguir criar tantas chances de gol como costuma, o Rubro-Negro mostrou repertório e abriu o placar logo no começo do segundo tempo. Após cobrança de escanteio, Rodrigo Caio cabeceou, Tadeu deu rebote e Gabigol e só empurrou para o gol vazio, para marcar o seu 20º tento no Brasileiro.

Aos 17, de novo na bola aérea com Everton Ribeiro, Bruno Henrique desviou de cabeça e Rodrigo Caio apareceu livre no meio da área para mandar para o gol e fazer 2 a 0.

Tudo igual, de novo
Apesar do placar, o Flamengo não tinha o jogo controlado. O Goiás continuava assustando. E conseguiu chegar ao empate em duas jogadas pela direita. Primeiro, aos 31, Michael cruzou para Rafael Moura, que estava na pequena área e só empurrou para o gol.

Pouco depois, o lance que mudou o resultado do jogo. Em cruzamento na entrada da área, César saiu mal e, ao perder a bola, deu um chute em Yago Felipe e, após confusão do árbitro Ricardo Marques Ribeiro, foi expulso com cartão vermelho direto. Gabriel Batista entrou e acabou falhando aos 49, quando demorou para sair do gol e viu Michael entrar sozinho pela direita e tocar para o gol, deixando tudo igual no Serra Dourada.

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 x 2 FLAMENGO


Estádio: Serra Dourada, em Goiânia (GO)
Data-hora: 31 de outubro de 2019, às 20h
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG) - Nota LANCE: 5,5 - Acertou na expulsão de César, mas se enrolou com o VAR no lance.
Assistentes: Guilherme Dias Camilo (Fifa/MG) e Sidmar dos Santos Meurer (MG)
Árbitro de vídeo: Emerson de Almeida Ferreira (MG)
Público/Renda: 35.170 pagantes, 38.345 presentes/R$ 3.358.890,00
Gramado: Regular.
Cartão amarelo: Leandro Barcia, Jefferson, Gilberto e Rafael Moura (GOI), Gabigol, Bruno Henrique, César (FLA)
Cartão vermelho: César (FLA)

GOLS: Gabigol, 9'/2ºT (0-1), Rodrigo Caio, 17'/2ºT (0-2), Rafael Moura, 30'/2ºT (1-2), Michael, 49'/2ºT (2-2)

GOIÁS: Tadeu; Yago Rocha (Breno, 26'/2ºT), Fábio Sanches, Rafael Vaz e Jefferson (Alan Ruschel, 28'/2ºT); Yago Felipe, Gilberto e Léo Sena (Thalles, 22'/2ºT); Michael, Rafael Moura e Leandro Barcia. Técnico: Ney Franco.

FLAMENGO: César; Raodinei, Rodrigo Caio, Pablo Marí, Filipe Luís; Willian Arão, Piris da Motta, Everton Ribeiro (Vitinho, 30'/2ºT, e depois, Gabriel Batista, 43'/2ºT) e Arrascaeta (Gerson, 21'/2ºT); Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.


Facebook Lance Twitter Lance